Seja bem-vindo, você é o visitante número 1.074.641 do nosso site desde março/2009.

Menu Principal
Início
Apresentação
Notícias
Comentários
Agenda de Jogos
Fotos e Vídeos
Hino
Contato

Campeonatos SINDIJUS
Veterano 2018
Veterano 2017
Veterano 2016
Aberto 2015
Veterano 2015

BOAS FESTAS!


Publicada em: 21/12/2014 21:54
por: Hélio da Rosa Machado

Nesta época do ano todos nós que gostamos do futebol e de nossas andanças pelos assuntos correlatos damos uma trégua. Dependuramos as chuteiras por alguns dias do ano. Aliás, elas (as chuteiras) são insignificantes na encruzilhada de um ano para outro. Elas às vezes ficam sujas (pelo desgaste do ano), mas bem guardadas porque sabemos que nesse momento elas parecem o urso que se esconde em determinada etapa do ano para depois reaparecer faminto e pronto para as batalhas campais.

Nosso site não poderia ser diferente já que ele é o reflexo de nossas atividades com chuteiras. Neste momento ele se cala. Fica mudo. Fica esquecido e empoeirado. Isso, evidentemente, no sentido metafórico já que o mundo virtual é inatingível por coisas palpáveis. Como se diz na linguagem popular: - Ele dá um tempo!

Nada, portanto, que não se possa enquadrar naquilo que denominamos de recesso, trégua, descanso, ou trato com coisas mais íntimas na vida de cada um. A hora é de reflexão. De apego às crenças cotidianas. Cada um se fecha em sua redoma para rever idéias. Reformular conceitos. Reaver amizades desfeitas. Reatar com aquilo que nos é importante, mas por um capricho, ou por descuido ficou para trás sem ao menos percebermos.

O mês de dezembro é uma fase abençoada do ano. Trata-se daquele mês que se despede do ano velho. E depois é o único que abre alas para entrada de um novo ano. Além disso, comemora-se o nascimento Daquele que deu os maiores exemplos como Ser Carnal. É o mês de aniversário de Jesus Cristo que, na linguagem coloquial chamamos de Natal.

É hora de reacendermos nossas orações. É momento de elevar nossos pensamentos para a alma. É ela quem dá pulso e quem movimenta nossas aspirações. É a alma que ilumina nosso caminho quando ele está cheio de obstáculos. E é ela que comanda na espiritualidade e se comunica como o mundo transcendental. Aí nesse instante não há espaço para melindres, ações egoísticas, porque somos chamados a lembrar que somos todos irmãos perante as pregações de Cristo.

Temos de esquecer as mágoas. Temos que abrir o coração e recepcionar o perdão.

A correria do ano nos impede de sermos assim tão sensíveis em outros meses. É o mês de dezembro que está marcado pela espiritualidade para render glórias à bondade humana. É o amor através de ações contundentes de solidariedade que aflora nossa vontade de sermos bons e jamais ofender nossos semelhantes. ´

O mundo está muito agitado e inquieto. Ele se movimenta como uma onda gigante assoprada pelas aspirações negativas. Temos de remover essa nódoa. Temos que extirpar as correntes fluídicas que assolam a humanidade. Fazer o bem e agir em favor da natureza é um imperativo das Nações organizadas.

Com tais reflexões me despeço dos amigos internautas neste final de ano. 2014 foi um ano muito bom pra mim apesar de eu ter passado por ‘tormentas’ que eu não esperava. Essas águas revoltas me fizeram mais paciente. Fizeram-me mais tolerante. Mais compreensivo. Mais resignado. Estou aceitando o mundo como ele é. Estou mais compreensivo e entendendo a missão que me foi dada como ser vivo.

Acho que nosso destino, às vezes, não é aquele que almejamos. Não por falta de esforço, mas em face de desígnios. Aí é só assimilar o balançar das ondas e ir contornando as dificuldades de percurso. Agradeço os espinhos que me fincaram no pé porque eles me ensinaram a aceitar aquilo que me foi apresentado além de minha própria imaginação.

Bom NATAL PARA TODOS.

Um EXCELENTE FINAL DE ANO.

É O QUE DESEJO A TODOS OS AMIGOS INTERNAUTAS QUE SEGUEM ESTE SITE.



Imagens

Que ano acabe bem pra voce e comece além do que você imagina

Comentários (0)

Enviar comentário


Nome:
Comentário:
Código de verificação:  
(digite os números que aparecem na imagem ao lado do campo)