Seja bem-vindo, você é o visitante número 1.159.922 do nosso site desde março/2009.

Menu Principal
Início
Apresentação
Notícias
Comentários
Agenda de Jogos
Fotos e Vídeos
Hino
Contato

Campeonatos SINDIJUS
Veterano 2018
Veterano 2017
Veterano 2016
Aberto 2015
Veterano 2015

HIBERNANDO!


Publicada em: 28/07/2015 10:52
por: Hélio da Rosa Machado

Todo guerreiro precisa de um bom descanso.

No amadorismo a época é de preguiça e de corpo relaxado na iminência do frio.

Nossos guerreiros da bola estão, digamos: hibernando!

Nessa época de inverno que as temperaturas oscilam do dia pra noite é importante que tenhamos noção de que determinadas temperaturas são impróprias para o jogador amador, especialmente para aqueles que já então em idade mais avançada, como é o meu caso.

Antes desses atletas ingressarem definitivamente na correria do jogo importante que se precaver de possíveis lesões que a temperatura de encarrega de tornar mais constantes. Aliás, se não abreviarmos essa imposição fisiológica, optando pelo aquecimento antecedente fatalmente levaremos certo tempo para aquecer no jogo. Aí podemos perder um bom pique. Ou perder um fundamento que poderia ter maior eficiência caso estivéssemos atendido tal imposição física.

No mais, o difícil é afastarmos a indisposição para sairmos de dentro de casa quando o friozinho está mais agudo. Ficar debaixo do cobertor e bebendo algo quente é algo que conspira contra a inspiração pela bola.

Temos sentido isso nas quintas-feiras de jogos amistosos. O dilema antecede nossa saída de casa. Resultado é que alguns não se atrevem a contrariar a disposição para permanecer acolhido dentro de casa e o quórum acaba sendo minguado.

O apetite também é demasiado grande. Comemos mais. Bebemos mais. E o contrapeso prevalece. Já não temos corpo de manequim! A briga é para mantermos o peso acima do limite sem que isso signifique uns quilinhos a mais. Se já estamos pesado o desafio é não absorver o sobrepeso.

Umas peladas e umas caminhadas durante a semana é algo recomendável. Tenho feito isso, mas não com a constância devida. Assim, estou na estatística daqueles que absorve o sobrepeso.

Mas, a vida segue e nossa ‘bolinha’ continua sagrada. Uma peladinha de vez em quando é algo bom, tanto para a saúde física, como para a saúde mental. Correr atrás da bola sem compromisso é o mesmo que sair à rua e ver a liberdade das pessoas em andar despreocupadas em passos lentos pelas calçadas. Não há a pressão de se correr e nem o stress de se ter pressa.

 



Imagens

Esse urso representa nosso inverno futebolístico!

Comentários (0)

Enviar comentário


Nome:
Comentário:
Código de verificação:  
(digite os números que aparecem na imagem ao lado do campo)