Seja bem-vindo, você é o visitante número 1.163.773 do nosso site desde março/2009.

Menu Principal
Início
Apresentação
Notícias
Comentários
Agenda de Jogos
Fotos e Vídeos
Hino
Contato

Campeonatos SINDIJUS
Veterano 2018
Veterano 2017
Veterano 2016
Aberto 2015
Veterano 2015

4ª. RODADA DE RECUPERAÇÃO.


Publicada em: 27/09/2016 16:54
por: Hélio da Rosa Machado

A equipe italiana foi a grande vilã da 4ª. rodada, porque  além de vencer a embalada seleção de País de Gales, ainda encostou na classificação, com 7 pontos e com uma rodada a mais para disputar, visto que já folgou no certame.

No primeiro jogo entre Portugal e França esperava-se nas arquibancadas um jogo bem disputado, haja vista que ambas as equipes estavam com a mesma pontuação (3 pts) e precisavam reagir, sob pena de ficarem para trás com relação às outras equipes. Dito e feito, um jogo equilibradíssimo, com a França sendo mais insinuante no ataque. Santana e Marcelo Teixeira não mediam esforços para criar jogadas de gol. O primeiro abriu o placar. Daí em diante o jogo ficou bem equilibrado. Do lado de Portugal via-se um time todo se desdobrando para que a bola chegasse aos pés de seu artilheiro Rodriguinho. Foi este que por duas vezes fez a bola balançar as redes adversárias. Mas, Portugal não deixou barato, Abner e Marcelo Teixeira ampliaram o placar em seu favor. Final de partida: 3 X 2 para a França.

No segundo jogo entre País de Gales e Itália, a torcida esperava um País de Gales mais insinuante e detentor de jogadas mais ousadas no ataque. Aliás, boa parte dos torcedores eram atletas dos outros times e a intenção era de que País de Gales disparasse na frente e deixasse a Itália com só 4 pontos, eis que ficaria todo mundo embolado. Só que no jogo não foi isso que aconteceu. A Itália mesmo desfalcada de o seu melhor meia (Piron), seguidamente, desarmava o ataque vermelhinho. Numa jogada extremamente infeliz o jogador Laison de País de Gales se contundiu. A partir daí foi outro jogo, com o equilíbrio de forças. O primeiro gol foi marcado pela Itália em um pênalti cobrado por Marcinho. A seleção vermelhinha não conseguia fazer a melhor marcação no meio de campo e os atacantes italianos não demoraram a fazer mais um gol. País de Gales chegou a fazer o seu gol de honra através de um cruzamento deste articulista que achou o cabeceio de Lailson. Depois, só deu Itália. Isso resultou em mais um gol da azurra. Final de partida: 3 x 1 Itália.

No terceiro jogo era a Alemanha que precisava confirmar sua força ofensiva, afinal, tinha sido a única, até então, a desferir goleada na rodada anterior. Mas, só que estava desfalcada dos Fabinhos da equipe (Fábio PC e Fábinho Cortez). Esses desfalques foram primordial para que a Islândia (que também estava desfalcada de Douglas – 2 cartões azuis) tomasse conta do jogo. O primeiro gol foi uma pintura, como se diz no jargão do futebol. Ducatti acertou um belo chute em uma cobrança de falta. A bola bateu na trave e esbarrou pra dentro do gol. Daí pra frente via-se o atacante Guilherme Porto à todo momento representar perigo para a zaga rubra negra. Além  disso o vetera Valdir Casagranda também estava inspirado nessa tarde. Esses dois atacantes fizeram dois gols cada um. No final o placar restou definitivo em 6 x 1 para a Islândia que se recuperou na competição, afinal, já havia perdido duas partidas. 



Imagens

França se recuperando na competição.

País de Gales não esteve bem e perdeu um pouco de sua 'gordurinha' no certame.

Futuro craque do Sindijus: Pironzinho!

Convenhamos: mais pra pescadores do que para atletas. kkkkkkk

Comentários (1)

Enviado por: Futebol, em: 28/09/2016 14:14
Boa Machado!!! Eis o brilho que é o Futebol!!!

Enviar comentário


Nome:
Comentário:
Código de verificação:  
(digite os números que aparecem na imagem ao lado do campo)