Seja bem-vindo, você é o visitante número 1.294.410 do nosso site desde março/2009.

Menu Principal
Início
Apresentação
Notícias
Comentários
Agenda de Jogos
Fotos e Vídeos
Hino
Contato

Campeonatos SINDIJUS
Veterano 2019
Veterano 2018
Veterano 2017
Veterano 2016
Aberto 2015
Veterano 2015

"Escolinha" perde de goleada no confronto interno


Publicada em: 20/02/2009 09:03
por: Hélio da Rosa Machado

Ontem (19.02.09) aconteceu o clássico interno das duas equipes de futebol interno do glorioso Sindijus, no denominado confronto entre os "Machados" (Hélio e Valdecir), sendo que no primeiro Derbi do ano a "Escolinha" não resistiu ao furioso ataque do selecionado e perdeu por 8 X 2, num jogo movimentado e cheio de jogadas alternativas e hilárias.

O curioso é que teve um momento do jogo que o treinador da "Escolinha", vendo a sua equipe perder por um placar elástico driblou (fora do campo) as regras oficiais do jogo e colocou 14 jogadores dentro do campo, mas a estratégia não surtiu efeito, pois mesmo assim a equipe levou mais alguns gols.

Na visão do famoso corneteiro oficial desses dois grupos - o "Lalá":  - O Valdecir como jogador é um excelente técnico, porém, em vias de perder o cargo em face da histórica goleada. - Mais uma derrota e ficará sem o emprego, dizia o gozador de plantão.

As arquibancadas do campo oficial do Sindijus estavam lotadas de atletas, lembrando uma final dos campeonatos oficiais realizadas na sede campestre.

Importante lembrar que a equipe da "Escolinha" tinha no banco mais dois times e o seu treinador teve de esforçar-se para colocar dentro de campo uma equipe competitiva e homogênea. Nos primeiros minutos a equipe titular deu certo trabalho para o selecionado, mas quando saiu o primeiro gol do adversário toda a estratégia técnica "foi por água abaixo" . Vendo que a "vaca foi pro brejo" o treinador Valdecir optou por ir substituindo um por um dos seus atletas (até mesmo ele).

Cumpre registrar que a dupla de "Machados" também são jogadores e ambos jogam de ponta direita, cada um usando a camisa nº 07.  Ocorre que nesse confronto entre os técnicos-jogadores, o triunfo esteve ao lado do "Machadinho" (Hélio) do selecionado, pois além de distribuir bem seus jogadores dentro do campo ainda foi autor de um dos gols do seu time.

Enfim, depois do jogo aconteceu a mais importante das "batalhas", ou seja, aquela que é travada no quiosque principal da sede campestre, onde os "atletas" relaxam em companhia de uma deliciosa "loira gelada", dando ênfase à inspiração dos corneteiros, para trazer ao palco dos acontecimentos as mais audaciosas "gozações".

O evento foi premiado com um troféu doado pelo Júlio Campello (ex-funcionário do TJ-MS) e que hoje se encontra servindo ao quadro de funcionário da Assembléia Legislativa no Gabinete do Deputado Jerson Domingos. O Diretor Esportivo da Delegacia Sindical de Campo Grande enfatizou em seu discurso que aquele troféu não tinha ganhador, pois ficaria repousando na galeria principal da sede campestre para que todos pudessem lembrar daquele dia como um marco inicial para muitos outros jogos de mesma natureza, pois o que importa é a confraternização e o ambiente de descontração e não o resultado elástico em favor de uma das equipes.


Comentários (0)

Enviar comentário


Nome:
Comentário:
Código de verificação:  
(digite os números que aparecem na imagem ao lado do campo)