Seja bem-vindo, você é o visitante número 1.073.625 do nosso site desde março/2009.

Menu Principal
Início
Apresentação
Notícias
Comentários
Agenda de Jogos
Fotos e Vídeos
Hino
Contato

Campeonatos SINDIJUS
Veterano 2018
Veterano 2017
Veterano 2016
Aberto 2015
Veterano 2015

NA GRANDE FINAL DEU FRANÇA!


Publicada em: 27/11/2016 17:22
por: Hélio da Rosa Machado

Foi uma tarde cheia de emoção!

Em campo as coisas não aconteceram conforme a lógica! A Itália foi pra campo em igualdade de condições e sem o status de favorita em face a sua decaída de produção.

Sucede que a Itália se desenhou durante a fase classificatória como uma equipe mais credenciada ao título em face de sua regularidade na fase classificatória. Entretanto, enquanto a França crescia em performance (no final da competição) a Itália sofria baques na sua estrutura competitiva, visto que perdeu na última rodada e ganhou apertado na semifinal. Já a França se classificou com certa facilidade na última rodada, ganhou bem a semifinal e veio forte para a última partida da competição.

As equipes que disputaram o 3º. lugar (como não é costumeiro acontecer) valorizaram essa disputa. Lá estavam no horário e com os planteis completos. Foi um jogo bem disputado, mas com prevalência da equipe da Bélgica porque o adversário (País de Gales) não se acertou em campo, com muitos passes errados e conclusões equivocadas para gol, inclusive perdendo boas chances de virar o placar. Final 3 x 2 para a Bélgica.

No jogo derradeiro, só elogios às equipes e à organização. Destaque para a volta do momento cívico, com as equipes curtindo esse momento de tradição da nossa praça esportiva.

O jogo começou acelerado e com pequena evolução tática da equipe francesa que não deixava os principais atacantes do adversário evoluir em suas jogadas. Isso desencadeou certa impotência ofensiva, visto que a azurra não conseguia concluir para o gol. Isso fez com que a França começasse a evoluir no seu aspecto ofensivo, tanto que ainda no primeiro tempo em uma jogada rápida no meio de campo, um de seus meias serviu o centroavante Marcelo Teixeira que dominou em virou para o gol abrindo o placar em favor da França.

A França, no segundo tempo chegou a abrir um placar elástico de 3 a 0. Só que a Itália começou certa reação que movimentou ofensivamente o jogo. A azurra chegou a ficar perto de empatar encostando no placar pelo escore de 3 a 2. Mas, já era tarde e não dava mais tempo para uma reação mais efetiva. O árbitro apitou no último giro do ponteiro e mais uma vez deu azo ao nascimento  dessa histórica disputa em nossa praça esportiva, já que é a primeira vez que nossa campo foi reduzido para a competição. FRANÇA É QUEM DEIXOU A SUA MARCA!.

Curiosidade à parte. Os representantes novatos é que mandaram no certame. Suas equipes tiveram mais sucesso do que aquelas dirigidas pelos veteranos. Isso pode ser explicado pela necessidade (no futuro) de se equilibrar as ações daqueles representantes que também são atletas, visto que não há certo desiquilíbrio entre veteranos e atletas mais novos (no caso de representantes como Piron, Tulinha, Bossay – que além da função de comando jogam como titulares - com enfrentamentos a outros representantes sem a mesma vitalidade como é o caso deste articulista, Pastor e Valdir – que são reservas em seus times).

Enfim, parabéns aos organizadores. Edson, Flávio e Fabiano que mesmo perante todas as dificuldades da atual gestão da Delegacia encamparam a responsabilidade por esse trabalho e levaram avante uma competição impecável e sem acontecimentos constrangedores.

O clube está bonito e bom de se frequentar. Esperamos que as dificuldades de percursos sejam equacionadas, para que nossa Arena Esportiva retorne a ser o que ela era antes – o coração da chácara, tendo em vista que a única baixa este ano foi a presença de público em nossas arquibancadas.

 



Imagens

França carimbou o primeiro campeonato de campo reduzido.

Breno se destacando como goleiro menos vazado na competição.

Momento de fé na frança.

Edson e Fabiano prestigiando a grande final.

Marcinho (artilheiro) recebendo o troféu das mãos de Marisa.

Tulinha (Bélgica) recebendo o troféu de terceiro lugar.

Piron (Itália) recebendo o troféu de segundo lugar.

Bossay (França) recebendo o troféu de campeão.

Bonita a festança na final.

Galera animada no pós jogo.

Festa bem prestigiada.

Comentários (0)

Enviar comentário


Nome:
Comentário:
Código de verificação:  
(digite os números que aparecem na imagem ao lado do campo)