Seja bem-vindo, você é o visitante número 1.160.527 do nosso site desde março/2009.

Menu Principal
Início
Apresentação
Notícias
Comentários
Agenda de Jogos
Fotos e Vídeos
Hino
Contato

Campeonatos SINDIJUS
Veterano 2018
Veterano 2017
Veterano 2016
Aberto 2015
Veterano 2015

SEM TRABALHO NÃO HÁ CONSTRUÇÃO!


Publicada em: 14/12/2016 09:32
por: Hélio da Rosa Machado

 

Não foi um ano daqueles! Mas, como diz em minha terra: deu pro gasto! O que quer dizer isso? Significa que deu para matarmos a fome da bola. Ou melhor, diante de todos os ‘perigos’ que corremos com relação ao nosso futebol conseguimos, ao menos no segundo semestre fazermos algo tradicional, mas, à toda evidência com baixas consideráveis, em face aos percalços que todos vivenciaram neste ano de 2016.

O importante é que o nosso futebol resistiu. Isso graças às pessoas que estão vigilantes e gostam de estar em nossa ARENA  para curtir uma peladinha ao mesmo tempo jogar conversa fora depois dos jogos. Mas, não foram apenas as pessoas da Bancada e os demais participantes que resistiram. Houve pessoas que foram mais longe. Assumiram as chamadas ‘buchas’ que muitos não têm a coragem de assumir.

O Edson segurou a parte mais difícil. Comandou com peculiar diplomacia toda a organização e fez aquilo que só é reservado a quem tem o talento. Administrar vaidades não é coisa fácil. Entretanto, tudo foi ultrapassado e o futebol continuou vivo.

Mas, não foi só o Edson! Teve aqueles que assumiram pela primeira vez a representatividade das equipes. Não é coisa fácil como muitos pensam. Nos entraves da representação sempre há discussões alongadas que por vezes atingem o aspecto pessoal dos representantes. Nesse percurso houve atritos, debates, e em determinado momento alguns saíram injuriados. Normal no espírito democrático atribuído a esse grupo. O campeonato sobreviveu porque houve aqueles que entenderam a necessidade e a importância de sua representatividade perante o todo. O todo prevaleceu intacto. O campeonato sobreviveu!

De outro norte, destaque-se a evolução estrutural do clube em que peses todos os percalços de suspensão de diretoria etc. Evidente que esta questão é muito complexa e neste momento não é conveniente entrar no mérito. Há que se colher nesse aspecto apenas o lado positivo. Tivemos lucro no embate porque o foi o clube que ganhou. Está com outro aspecto, renovado, remodelado, digno da presença daqueles que curtem os finais de semana ali no Jardim Veraneio. Nesse quesito os louros ficam por conta da Diretoria Geral que assumiu a parte logística. Não foi perfeita, é claro, porque não teve gente para assumir o dia a dia da sede social. Quanto a isso ficou um vácuo! Mas, a Direção Geral através de seu Presidente Fabiano Reis não abandonou as lideranças e nem desfez a continuidade das atividades esportivas, usando de delegação para atingir esse fim. Por essa decisão positiva da Presidência pudemos manter a nossa ‘chácara’ com atividade esportiva, especialmente o futebol.

Agora estamos em Dezembro, em vésperas de encerramos o ano. O nosso sindicato (em sintonia com tônica negativa nacional) não teve um ano fácil. Muitas revezes e dificuldades se apresentaram como ‘pedra no caminho’. O ano que vai chegar não se apresenta com mais alento. Haverá novas etapas de mobilidade sindical que se desenham sombrias.

Entretanto, se essas mesmas pessoas que ‘arregaçaram as mangas’ continuarem a empreender energias na evolução desse processo, certamente que construiremos um ano mais completo em termos de soluções.

Rogamos que os bons exemplos de 2016 seja apenas um trampolim, para que mais pessoas se agreguem nesse desafio. Só o coletivo e as idéias positivistas são capazes de remover obstáculos. 2017 só será melhor se o grupo de colaboradores aumentar e aqueles que ainda vivem de teoria passem a exercitar suas aspirações. Sem trabalho não há construção!



Imagens

Construção foi o lema...

Presidente Fabiano doando seu tempo à Delegacia.

Fachada da sede renovada.

Outra fachada.

Campeonato continuou vivo.

Comentários (0)

Enviar comentário


Nome:
Comentário:
Código de verificação:  
(digite os números que aparecem na imagem ao lado do campo)