Seja bem-vindo, você é o visitante número 1.048.218 do nosso site desde março/2009.

Menu Principal
Início
Apresentação
Notícias
Comentários
Agenda de Jogos
Fotos e Vídeos
Hino
Contato

Campeonatos SINDIJUS
Veterano 2018
Veterano 2017
Veterano 2016
Aberto 2015
Veterano 2015

CADA VEZ MAIS EMBOLADA A CLASSFICAÇÃO.


Publicada em: 06/05/2018 08:59
por: Hélio da Rosa Machado

Este campeonato é o mais equilibrado da última década. Não cheguei a fazer uma pesquisa mais apurada, mas, como acompanho todo ano o desenvolver das equipes, não há duvida de que não é comum o fato de os elencos ficarem tão equilibrados em termos de equipe. Geralmente, uma ou outra equipe destoa no contexto da competição. Ano passado, por exemplo, a equipe liderada pelo Tulinha foi a chamada ZERO PONTO. Esse descompasso levou as equipes classificadas a somar de Dez ou mais pontos para estarem no chamado G 4. Antes de esse fato acontecer história demonstra que as equipes se classificavam quando chegavam a nove pontos.

Enfim, as equipes que lideram a ponta estão só com 6 pontos. O seja, só aproveitaram 50% dos pontos em jogo nessas quatro rodadas. Aí vêm uma seleção com 5 pontos e três com 4 pontos. Só a Argentina, na rabeira, com 2 pontos, mas, já folgou e só participou e 3 jogos.

No primeiro jogo, entre Brasil x Portugal era o duelo dos ‘cachorros grandes’. Ou melhor, até essa rodada eram as equipes que estavam na ponta em termos de pontuação, Portugal com 5 pontos e Brasil com 4 pontos. Ou seja, a seleção que ganhasse iria liderar sozinha a classificação. Entretanto, não conseguiram sair do empate em 2 X 2. Portugal, na desenvoltura do jogo parecia mais encorpada pra chegar a uma vitória. Abriu o placar através de jogada bem concatenada pelo seu ataque. Lailson chutou e a bola foi parar no canto direito do bom goleiro Whashington. Entretanto, ainda no primeiro tempo o selecionado canarinho empateu com um excelente chute do meia Sargento Filho. Aí no comecinho do 2º tempo o atacante Carlos Villalba, de bico, desempatou a partida. Entretanto, quase no apagar das luzes o atacante Marcinho em boa cobrança de falta deu números finais ao placar.

No segundo jogo a expectativa era grande quanto ao desenvolvimento da equipe da Iglaterra, visto que na última rodada aplicou sonora goleada na equipe da França. Além disso, era imperioso ver como iria se comportar a equipe Russa, que até então tinha feito boas partidas, mas não tinha conseguido conquistar 3 pontos. Foi um jogo calculado. A Inglaterra perdeu gol feito no inicio do jogo. Depois disso a Inglaterra tentava conter o atacante Fabão e o meia Matosinho, para evitar tomar gols. Tanto é assim que o artilheiro da rodada passada (Enedino) estava numa lateral e toda hora era impedido de avançar, porque deixava um espaço aberto para o ataque Russo. O jogo foi assim, truncado, durante todo o primeiro tempo. Entretanto, as equipes precisam ir ao ataque no segundo tempo. E foi a equipe Russa quem mais arriscou, tanto que numa jogada isolada pelo meio do atacante Matosinho a bola foi parar nas redes, canto esquerdo do bom goleiro Ismael. Rússia se defendeu com organização por isso conseguiu manter esse placar até o final da partida. 1 x 0 para Rússia.

No terceiro jogo a expectativa pairava sobre a performance da equipe francesa. Tinha levado uma goleada na rodada anterior e precisava se reerguer para afastar de vez o fantasma do torneio início. Durante boa parte do jogo o torcedor de arquibancada apostava que a França não conseguiria se reerguer, visto que certo momento do segundo tempo já tinha uma placar desfavorável. O jogo chegou a estar 2 x 1 para equipe da Argentina. Aliás, esse vira-vira já tinha ocorrido na primeira rodada contra a equipe Russa. A oscilação no placar foi muito parecida. Eis que a França foi pra cima da defesa argentina. Conseguiu empatar o jogo através da falha defensiva dos ermanos. E já no apagar das luzes depois de nova falha defensiva dos argentinos, a bola foi parar pela terceira vez nas suas redes. A ‘cornetagem’ de arquibancada era de que o cartão azul do defensor Bossay rendeu pra equipe nova performance dentro de campo. Dizem que o comandante no banco rende mais para o time. Brincadeira à parte. Ficou demonstrado que a equipe francesa apesar de em certo tempo de o jogo estar à beira do abismo, soube dar a volta por cima e reverter o placar. Essa é uma das características da equipe vencedora do torneio início. ‘Não tá morto quem peleia’.

E vamos para a quinta rodada, quem sabe lá alguma equipe consiga ficar na ponta como uma margem menos apertada. 



Imagens

Súmula da rodada

Súmula da rodada

Sumula da rodada

Arbitragem, Presidente e aquele que deu trabalho para os homens do apito. Kkkkk

Arquibancada.

França.

Eu comemorando a primeira Vitória dos vermelhinhos.

Argentina

Arquibancada.agitada

Valdir sempre contribuindo.

Comentários (2)

Enviado por: Bossay, em: 06/05/2018 09:49
Só uma retificação, a França fez 2x1 e depois o terceiro. A Argentina só fez o segundo gol no fim do jogo.

Enviado por: Hélio , em: 06/05/2018 10:47
Obrigado Bossay. Às vezes meu HD 6.0 falha! Ainda mais depois de umas certas einsenbah!

Enviar comentário


Nome:
Comentário:
Código de verificação:  
(digite os números que aparecem na imagem ao lado do campo)