Seja bem-vindo, você é o visitante número 1.133.940 do nosso site desde março/2009.

Menu Principal
Início
Apresentação
Notícias
Comentários
Agenda de Jogos
Fotos e Vídeos
Hino
Contato

Campeonatos SINDIJUS
Veterano 2018
Veterano 2017
Veterano 2016
Aberto 2015
Veterano 2015

ATÉ NO AMADORISMO A ALEMANHA É CRUEL COM O BRASIL.


Publicada em: 27/05/2018 10:13
por: Hélio da Rosa Machado

 

Ontem, em certa etapa do jogo (Alemanha x Brasil) o ‘zum-zum-zum’  de arquibancada era de que minha manchete na crônica de hoje deveria ser: A CADA 4 ANOS A ALEMANHA GOLEIA DE 7 X 1 o selecionado brasileiro. Isso quer dizer que as estrelas da constelação brasileira ainda estão apagadas quanto ao confronto com o selecionado alemão. Oxalá isso não se repita na Copa do Mundo...

Surpresas estavam sendo reservadas para essa última rodada. Aliás, o campeonato deste ano supera todas as expectativas no que concerne ao ineditismo no seu desenvolvimento. Nunca se viu tanto equilíbrio. Tanto que três equipes classificadas tiveram de fazer contas e mais contas para selar a classificação e a ordem de disputa na semifinal. O sexto e o sétimo lugar ficaram encostados – um selecionado com 7 pontos e outro com 6. Nesse sentido o campeonato está sendo o mais disputado dos últimos tempos.

Para o primeiro jogo, esperava-se uma desenvoltura mais intensa da equipe Argentina pelo que havia apresentado na última rodada. Sucede que a competição deste ano supera qualquer expectativa. Foi a Inglaterra quem mandou no jogo do começo ao fim. No primeiro tempo o jogo foi bem equilibrado, entretanto, via-se certa hegemonia do ataque Inglês que parecia estar mais interessado em vencer a partida. E foi o incansável Tulina (que batalha em campo e na performance de substituição de seus atletas) quem obteve o prêmio de ser o primeiro a abrir o placar da tarde. Fez o gol da Inglaterra e colocou seu time para defender-se. Argentina estava bem deficiente em termos ofensivo. Alguns chutes para gol sem perigo para o arqueiro inglês. E nesse entrevero de se buscar as alternativas de gols a Argentina se descuidou na defesa. O atleta bem reforçado do time inglês, Carlinhos Espiridião recebeu uma bola quando estava absolutamente sem marcação do adversário. Aí conclui com precisão e selou o placar: 2 x 0 para o selecionado inglês.

Para o segundo jogo, esperava-se uma partida insonsa. O seja, o selecionado Russo entrou em campo sabendo que a sua vitória contra Portugal de nada lhe adiantaria para alcançar seu passaporte para a semifinal. Ledo engano de quem achou que a equipe Russa ia jogar cumprindo tabela. Seus atletas sabiam que seu resultado era importante para outras equipes. Resultado: mais um fato histórico de nossa competição. Nunca se viu em nossa arena esportiva um time desclassificado jogar com tanta raça e determinação. Foi essa a tônica de todo o jogo. Rússia foi pra cima de Portugal. No primeiro tempo conseguiu dilatar o placar com quatro gols no primeiro tempo de Alguimar, Sargento de Souza e Matosinho (dois). Esse placar de 4 x 0 no primeiro tempo fez com a equipe portuguesa viesse para o segundo tempo aguerrida. Sabia que suas chances eram poucas, mas tinha que tomar alguma atitude. Organizou-se na defesa para não tomar mais gols e foi ao ataque, conseguindo fazer dois gols no segundo tempo. Placar final: 4 x 2 para a equipe Russa, que se despediu da competição com honra. Parabéns ao elenco da Rússia que honrou a competição, à exceção, é claro, de alguns que não têm espírito de grupo.

Para o terceiro jogo esperava-se, evidentemente, uma partida bem disputada, porque Brasil e Alemanha tinham chances de se classificar. Entretanto, não foi isso que se viu. Aliás, o selecionado brasileiro até que lutou em campo, mas isso só ocorreu no primeiro tempo. Quando o árbitro apitou o final dessa etapa de jogo, dava-se a impressão para os presentes na Arena Sindijus, de que teríamos a repetição do 1º. tempo que credenciaria a equipe brasileira para a semifinal, visto que a Alemanha teria que ‘brigar’ por uma placar com diferença de 3 gols em face ao confronto do saldo entre estas equipes. Iniciou-se o segundo tempo e para espanto das arquibancadas via-se uma Alemanha com ‘sangue nos olhos’ em busca de seus objetivos. Aí brilhou a competência individual de seus jogadores. Jairo estava numa tarde-noite ilustrada por belos gols. Esse atleta tem demonstrado que a união de preparo físico com qualidade é tudo em uma competição amadora. Jairo foi o protagonista da rodada. Fez belos gols e garantiu a classificação de sua equipe. Destaque, também, para o meia Fábio Dantas que foi o melhor armador das jogadas de sua equipe. Enfim, Brasil se perdeu em campo e aos poucos a Alemanha foi construindo sua inquestionável vitória e deixando mais uma derrota vexatória para o selecionado brasileiro.

Bom. Agora aguardar a semifinal, que só terá sua realização depois do feriado do próximo final de semana. Bom esse descanso para recuperação dos atletas.

Este cronista, mesmo fora da fase derradeira da competição lá estará para cumprir esta outra missão que é oferecer para nossos internautas seguidores a boa informação sobre este nosso glorioso campeonato, que,  a cada ano, torna-se mais emocionante e com isso agrega mais simpatia na sua esfera de participação. 

 

 



Imagens

Sumula da rodada

Arquibancadas

Sumula da rodada

Sumula da rodada

Brasil perdido em campo.


Alemanha nao tomou conhecimento do selecionado brasileiro.

Comentários (2)

Enviado por: Tula, em: 28/05/2018 09:49
Acho que quem esteve presente na arena não se arrependeu. Rodada eletrizante. No primeiro jogo, após o fim do primeiro tempo em zero a zero e jogo muito difícil, parecia que a Inglaterra iria se despedir da competição. Porém na metade do segundo tempo consegui abrir o placar, segurou a Argentina e depois conseguiu selar a classificação. 2x0. Com isso a Rússia entrou em campo já desclassificada e talvez alguns argentinos preocupados. Será que a Rússia vai entrar desmotivada e ser facilmente batida por Portugal. Talvez isso poderia ocorrer mesmo, como já ocorreu antes. Talvez, se a Rússia não tivesse o comandante que tem: Hélio Machado, aquele que mesmo em momentos adversos consegue motivar e dar forças à sua equipe. Além disso, a Rússia demonstrou que tem bravos jogadores e jogou para vencer do início ao fim. Portugal fez belíssima campanha e teve a classificação nas mãos, porém nesta rodade não estava nos melhores dias. Acontece. Já o terceiro jogo, o Brasil entrou em campo podendo até perder por diferença de dois gols; no primeiro tempo jogou bem e não sabemos direito o que ocorreu no segundo tempo, mas perdeu a concentração e a Alemanhã voltou muito determinada. Placar que deixou a arquibancada abismada. 7x2. Parabéns a todas as equipes, a organização e a equipe de representantes que no sorteio, divisão dos times souberam montar os elencos de forma que o campeonato tivesse total equilíbrio.

Enviado por: Hélio, em: 04/06/2018 12:35
Tulinha o equilíbrio na montagem das equipes deste ano se deve ao motor FLEX do Conselho de Representantes. Pela primeira vez o grupo se reuniu na casa de um dos seus membros à base de churrasco e cerveja. A cada gole montava-se uma equipe...Todos grogues souberam equacionar com maior presteza a constituição das equipes...kkkkk

Enviar comentário


Nome:
Comentário:
Código de verificação:  
(digite os números que aparecem na imagem ao lado do campo)