Seja bem-vindo, você é o visitante número 1.323.790 do nosso site desde março/2009.

Menu Principal
Início
Apresentação
Notícias
Comentários
Agenda de Jogos
Fotos e Vídeos
Hino
Contato

Campeonatos SINDIJUS
Veterano 2019
Veterano 2018
Veterano 2017
Veterano 2016
Aberto 2015
Veterano 2015

Semifinal gelada!


Publicada em: 06/07/2019 19:51
por: Hélio da Rosa Machado

Semifinal gelada! O sábado foi bem típico de inverno. Apesar de o sol querer se impor não conseguiu abreviar a onda de frio que açoitava os poucos torcedores que estiveram na arena Sindijus pra curtir essa histórica semifinal. 

Mas quem por lá não teve preguiça. Desde os atletas até as emoções de arquibancada deram eco a mais uma competição com sucesso que vai tendo seu desfecho . 

As quatro equipes classificadas (dentro de suas características) lutaram pra ser finalistas. Entretanto, não é só a vontade que decide os finalistas. É preciso boa mistura de tática, com qualidade técnica e com efetividade dentro de campo. 

Foi o que ocorreu no primeiro jogo. Não acompanhei toda a partida, mas por informações de quem assistiu do começo ao fim todos afirmavam que foi o jogo mais corrido e mais disputado da tarde. Aliás, o próprio placar da partida (4 x 3) demonstra que o gol foi um ingrediente de euforia dentro e fora de campo. 

O fato é que de um lado estava o CHELSEA que não tinha o sabor da vitória há 4 rodadas. De outro o Manchester City que também amargava com dois empates seguidos. Se fosse pelo regulamento esses prognósticos estariam ao lado do CHELSEA. Só que em uma semifinal os prognósticos não são os mais importantes. O que importa realmente é a atitude dos atletas dentro de campo. Nesse quesito o CHELSEA perdeu duas vezes já que esteve com o placar a seu favor por 3 x 1. Deixou o adversário empatar e virar. Aí prevaleceu a equipe mais efetiva. Manchester City mesmo estando bem atrás no placar não ‘abaixou a cabeça’. Foi atrás e conseguiu virar o placar. Aliás, com gol de atleta improvável. Acho que o zagueiro Laércio fez o primeiro gol da sua história no Sindijus. Aliás, Foi o primeiro e o mais importante, afinal, colocou sua equipe na final. 

Já a segunda partida eu vi inteira e não me agradou. Deu-me a impressão que o Juventus jogou com o regulamento ‘debaixo do braço’. Ou seja, desenvolveu tática de fortificar a defesa e o meio campo, mas não teve nenhuma efetividade no ataque. Já o Barcelona não conseguiu chegar com perigo no ataque. Matosinho tinha gastado todo o seu repertório em prol de sua artilharia. Já havia conseguido (em tese) essa proeza na fase classificatória . Esteve apático no jogo (apesar de bem marcado). Entretanto, ele próprio facilitou para o adversário uma vez que as vezes parecia que atacava sua própria meta ao jogar recuado e driblando em sentido oposto ao gol do adversário. Outro ponto de deficiência da equipe Barcelona foi seus inúmeros erros de passe. Isso facilitava para o Juventus. 

Enfim, Juventus fez por merecer sua melhor performance na fase classificatória. A não abertura do placar refletiu esse jogo burocrático é sem criatividade. 

O fato é que Manchester City é Juventus estão na grande final e são os legítimos representantes em uma final histórica visto que está sendo o campeonato mais equilibrado dos últimos tempos. 

Parabéns a ambos . Que vença a equipe mais organizada e que transforme em gols suas evoluções táticas.    


Imagens

Os azuis celestes honraram a sua passagem pra final.

Presidente venceu o frio com trabalho.

Será que compadre Artur chega à segunda semifinal consecutiva.

Marlones preocupado depois que seu time levou o gol de desempate

Matosinho perdeu a final mas está prestes a ganhar a artilharia

Comentários (0)

Enviar comentário


Nome:
Comentário:
Código de verificação:  
(digite os números que aparecem na imagem ao lado do campo)