Seja bem-vindo, você é o visitante número 1.401.529 do nosso site desde março/2009.

Menu Principal
Início
Apresentação
Notícias
Comentários
Agenda de Jogos
Fotos e Vídeos
Hino
Contato

Campeonatos SINDIJUS
Veterano 2021
Veterano 2019
Veterano 2018
Veterano 2017
Veterano 2016
Aberto 2015
Veterano 2015

BOLÍVIA Estreia com Desconfiança.


Publicada em: 26/09/2021 06:52
por: Hélio da Rosa Machado

  • A rodada de ontem, 25 de setembro de 2021, do Veteras/21 registrou a estreia da equipe boliviana e não foram boas as expectativas de futuro, pelo menos pelo que se viu e se observou das conversas de arquibancadas. Até teve gente ironizando se a escolha foi a partir 'da arroba' em face de um grupo boliviano estar um pouco acima do peso. Aí veio a resposta de alguns: o campeonato obedece ao critério etário e não o de maior peso

  • Já a equipe chilena que não havia feito boa estreis a ainda teve que contar com substituição de atleta lesionado acabou mostrando que as dificuldades são ocasionais e pontuais, visto que em campo conseguiu dar a volta por cima e vencer a partida

  • A equipe da Colômbia que havia apresentado bom desempenho na sua estreia não conseguiu repetir sua performance e 'tropeçou' na boa esquipe paraguaia.  Foi um jogo bem disputado, mas, a equipe colombiana, desfalcada e, sem banco de reposição não teve fôlego pra empatar.

  • No primeiro jogo entre a Argentina x Bolívia a equipe celeste, tão bem representada pelo seu técnico e atleta Valdir, desenvolveu um futebol cheio de alternativas de ataque e, como sempre, ante a boa evolução de seu meio de campo, através do trio: Matosinho, Mohamed e professor Rogério, não tomou conhecimento da estreante Bolívia e com gols de Valdir e Matosinho terminou a partida com placar favorável de Argentina (2) x Bolívia (1) com gol do centroavante Paulo Rogério.

  • No  segundo jogo entre Chile x Brasil, a princípio, parecia que a equipe 'canarinho' ia envolver a equipe chilena visto começou bem melhor no jogo, inclusive abrindo o placar através do atleta Fabão. Alias, Brasil veio pra campo com a estreia de dois jogadores substituídos durante a semana: Daniel e Valdecir. Ambos mostraram que vão ajudar muito a equipe. Já o Chile também reservava expectativa por parte de seu técnico Jocemiro que, no início, mostrava sinal de pessimismo, em face aos problemas de contusão do time, eis que o próprio não pôde participar em face de estiramento. Mas isso era só uma avaliação pessimista mesmo já que sua equipe têm jogadores de bom nível técnico. Aos poucos a equipe Chilena foi evoluindo dentro das 4 linhas e ocasionou o empate e a virada. A equipe do Brasil não teve fôlego durante o tempo  integral de partida e cedeu ao adversário a maior goleada (até agora) do certame. Final: 4 x 1 para o Chile, com gols de Flávio Vidal (2), Marcinho e Marcelo Escobar.

  • No terceiro jogo entre Colômbia x Paraguai observamos a partida mais disputada da tarde/noite. O Paraguai com uma defesa bem sólida, com zagueiros de boa condição física como Alcírio e Jean Martinez não deixaram que a evolução do ataque colombiano causasse estrago na área paraguaia. Até que a Colômbia teve bons momentos no ataque, mas a solidez da defesa impediu que o gol se concretizasse. Foi em uma jogada atabalhoada do meio campo colombiano em um momento de indecisão entre Tulinha e Rosivan que a bola ficou (de graça) para um meio campista paraguaio que conduziu a bola (sem nenhuma marcação) até perto da pequena área colombiana aí passou a bola para o Alex que só teve o trabalho de chutar para gol completamente livre. Assim acabou o primeiro tempo. A Colômbia iniciou o segundo tempo com as mesmas falhas. Não conseguia evoluir no ataque porque seu meio estava muito recuado. Em uma jogada pela ala direita do time colombiano o atleta Izaís saiu na cara do gol e concluiu: era o segundo gol. Aí nada mais restava à Colômbia a não ser aventurar-se no ataque. Foi assim a segunda metade do segundo tempo. Só a Colômbia no ataque. Chegou-se ao primeiro gol colombiano em uma bola vinda pelo meio e o centroavante Marcelo Teixeira, de raspão, deixou a bola nas redes. Colômbia foi para o ataque e sempre causava perigo na defesa paraguaia  que, no desespero, tiravam a bola como dava. Mas, era tarde, depois de algumas jogadas perigosas no ataque por parte da colômbia o árbitro encerrou a partida e o placar definitivo: 2 x 1 Paraguai.


Imagens

Chile finalmente posou pra foto.

Comentários (2)

Enviado por: Bossay, em: 27/09/2021 09:27
Na verdade, foi o Flávio que fez 2 gols pelo Chile, e não o Joaquim.

Enviado por: Helio, em: 27/09/2021 10:47
Obrigado Bossay. Consertei a falha. Escusas ao verdadeiro artilheiro!

Enviar comentário


Nome:
Comentário:
Código de verificação:  
(digite os números que aparecem na imagem ao lado do campo)