Seja bem-vindo, você é o visitante número 1.334.177 do nosso site desde março/2009.

Menu Principal
Início
Apresentação
Notícias
Comentários
Agenda de Jogos
Fotos e Vídeos
Hino
Contato

Campeonatos SINDIJUS
Veterano 2019
Veterano 2018
Veterano 2017
Veterano 2016
Aberto 2015
Veterano 2015

Este Vetera promete muitas surpresas...


Publicada em: 17/10/2010 09:38
por: Hélio da Rosa Machado

                    A 1ª rodada do campeonato de Veteranos deste ano de 2010, quebrou os prognósticos iniciais, quando as expectativas de resultados ainda pairam sobre os nomes que figuravam nas listas das equipes, já que nenhuma das equipes apontadas com favoritas mantiveram resultado positivo, sendo certo que as vencedoras foram aquelas apontadas como azarões.
        
                      Espero que os fotógrafos de plantão me mande material para ilustrar a matéria, já que o site não tinha ninguém para fazer essa cobertura. Aliás, caso alguém queira se candidatar nessa função, que nos procure para manter-mos os contatos necessários...

                    A equipe do Flamengo (apesar de desfalcada dos atletas Fábio Ricardo e de Alguimar Amâncio), foi considerada antes da partida como a favorita, inclusive por atletas da minha equipe (São Paulo) e teve bom desempenho no primeiro tempo criando jogadas que poderiam ser convertida em gols, mas seu ataque foi barrado pela boa defesa do São Paulo e pela ótima perfomance do goleiro Clodoaldo. Assim, aos poucos, a equipe Tricolocor, através de um esquema tático bem cumprido pelos seus jogadores, conseguiu bloquear as jogadas do ataque adversário e as forças física dos jogadores do Flamengo foram minando. O fato é que a equipe do São Paulo fez o seu primeiro gol através de cobrança de penaltis pelo meio campo Eguimário. No segundo tempo a equipe do Urubu não teve o mesmo rendimento e o meio de campo Tricolor assumiu o remo da partida e saiu vencedora do jogo pelo placar de 02 X 00.

                     No segundo jogo as equipes do Grêmio e do Penharol, nos primeiros minutos,  fizeram boas jogadas, entretanto, havia pequeno domínio da equipe Tricolor que aos poucos foi tomando conta do jogo e construiu um placar favorável de 02 X 00. Registre-se que equipe do Penharol estava desfalcada e não tendo o elenco completo, tornou-se presa fácil para equipe adversária. Sentiu, evidentemente, a falta do seu centroavante que só veio ao campo de jogo para receber seu uniforme, já que reclamou de um contusão e é dúvida, inclusive, para o próximo encontro.

                    Já o terceiro jogo foi o que mais causou perplexidade, principalmente, a este articulista, pois achava que a equipe do Cerro Portenho (no papel) teria um melhor elenco do que a equipe do Estudiantes. Ledo engano, pois foi esta última que tomou o leme do jogo e dominou a partida desde seu início, já que seus atacantes estavam inspirados e fizeram bonitos gols, tanto que foi o placar mais elástico da tarde, ou seja, 04 X 01 em favor da equipe Estudiantes.

                    Esse primeiro ensaio mostra a graça da nossa competição, pois fica difícil fazer previsões com base no elenco apenas, já que nem sempre as equipes reagem à altura nas quatro linhas, pois essa oscilação depende do estado físico de seus jogadores, além, é claro, da forma em que o treinador coloca seu time dentro de campo. O importante é que cada um dos técnicos age de acordo com sua convicção e muitas vezes não consegue alcançar bons resultados, porque os jogadores não conseguem cumprir a missão tática que lhe é repassada.

                     Enfim, o bom disso tudo é que a competição vai se desenvolvendo com grande expectativa e a disputa começa a ficar empolgante porque cada equipe busca a superação de rodada em rodada. Assim, é muito cedo para dizer quem pode ser favorito, mas já temos a certeza de que todas as equipes vão fazer de tudo para manter um bom nível na competição.

                     A Organização deseja boa a sorte a todos os que fazem parte desta maratona de jogos e roga ao nosso bom Deus que nos dê proteção para que possamos ultrapassar esse período sem contusões, mas com empenho e com grande vontade de superar as dificuldades que surgirão dentro das quatro linhas.


Imagens

Esperamos que a Balança prevaleça no equilíbrio técnico e no nível de respeito com o adversário.

Essa foto tirada em Maceió no último sábado. Olha o que os sacanas escreveram, para justificar suas faltas:Estamos enviando, inclusive com prova, a justificativa para a nossa ausência na primeira rodada do campeonato. Esperamos que vocês compreendam que o motivo é relevante, sério e inadiável. Fazer o quê, não é mesmo...

Comentários (4)

Enviado por: Hélio, em: 17/10/2010 22:08
As colegas que aparecem na foto são: Zelma e Denise. Entretanto, aquela velha que aparece bem no canto é a nova namorada de um dos dois que estão solteiros...Quem são eles?

Enviado por: Alziro Ingua_in, em: 18/10/2010 08:58
A foto está um tanto quanto desfocada, mas parece que tem um atleta do Estudiantes naquela água. Pois bem... se isso for comprovado, o atleta poderá ser multado pela diretoria. Mas não tem problema, acaba de chagar de Buenos Aires o reforço chamado Éder Oruê. Ele vem por empréstimo e seria permutado pelo atleta Edir Soken, o qual, se tivesse passado no exame médico, iria para o Estudiantes portenho. Até sábado, um grande abraço e uma boa semana a todos.

Enviado por: PLINIO, em: 21/10/2010 17:04
concordo com o Helio quando disse que seu time foi montado taticamente, e, diga de passagem bem postado, pois eu como adversário, ví que seu time superava as limitações físicas e de qualidade técnica em seu meio( me perdoem a franqueza) com cultura tática e determinação e souberam dominar nosso meio de campo que, impetuoso mas sem ordem, aparentemente era superior fisicamente mas que nao soube transformar seu maior volume de jogo no 1º tempo em gols, o que nos serve de lição pois nao basta ter um time melhor no papel mas sem cultura tática.porque futebol nao é somente jogado com a bola nos pés, pois nao adianta se movimentar e correr somente qdo a posse da bola é nossa mas no contra-ataque 4 ou 5 jogadores do meio se isentarem da responsabillidade colocarem as maos na cintura e deixar a defesa se virar contra um nº maior de adversários, futebol é matemática tbem, é numérico, é 11 contra 11 e se alguém nao se dispuser a marcar outro ficará com 2 e se 2 nao marcar...! contudo qdo as pernas nos faltam devemos pensar em qual será o lugar que podemos nos posicionar para ajudar o time dentro de nossa limitação, porque é incrível c

Enviado por: PLINIO, em: 21/10/2010 17:04
concordo com o Helio quando disse que seu time foi montado taticamente, e, diga de passagem bem postado, pois eu como adversário, ví que seu time superava as limitações físicas e de qualidade técnica em seu meio( me perdoem a franqueza) com cultura tática e determinação e souberam dominar nosso meio de campo que, impetuoso mas sem ordem, aparentemente era superior fisicamente mas que nao soube transformar seu maior volume de jogo no 1º tempo em gols, o que nos serve de lição pois nao basta ter um time melhor no papel mas sem cultura tática.porque futebol nao é somente jogado com a bola nos pés, pois nao adianta se movimentar e correr somente qdo a posse da bola é nossa mas no contra-ataque 4 ou 5 jogadores do meio se isentarem da responsabillidade colocarem as maos na cintura e deixar a defesa se virar contra um nº maior de adversários, futebol é matemática tbem, é numérico, é 11 contra 11 e se alguém nao se dispuser a marcar outro ficará com 2 e se 2 nao marcar...! contudo qdo as pernas nos faltam devemos pensar em qual será o lugar que podemos nos posicionar para ajudar o time dentro de nossa limitação, porque é incrível como alguns jogadores veteranos ainda "corre errado" e à partir do 2º tempo nao tem mais pernas para ajudar o time dado à impetuosidade inicial sem dose. nós temos que aprender a jogar dentro da nossa condição física e a cultura tática hoje é aliada a de nossas limitações.nao adianta entrarmos no campo desordenadamente como jogadores que só correm para receber a bola, todo mundo do mesmo lado do campo, lançando a todo momento, leiloando a bola entre o atacante e o zagueiro, procurando um "over lapping" com jogador que nao tem mais perna. e reafirmo, que isto nos sirva de lição!!

Enviar comentário


Nome:
Comentário:
Código de verificação:  
(digite os números que aparecem na imagem ao lado do campo)