Seja bem-vindo, você é o visitante número 1.293.918 do nosso site desde março/2009.

Menu Principal
Início
Apresentação
Notícias
Comentários
Agenda de Jogos
Fotos e Vídeos
Hino
Contato

Campeonatos SINDIJUS
Veterano 2019
Veterano 2018
Veterano 2017
Veterano 2016
Aberto 2015
Veterano 2015

A velha kombi.


Publicada em: 07/10/2011 12:17
por: Hélio da Rosa Machado

                    Nenhum dos atletas que compareceu ontem na Arena Esportiva do Sindijus, poderia imaginar que uma velha kombi poderia deixá-los sem o costumeiro futebolzinho da quinta-feira.

                   Segundo o Laerte, aquele raio que caiu lá pelas bandas do Jaguari, foi tão intenso, que sua luminozidade passou pelos céus de Campo Grande, indo refletir sua ferocidade nas cercanias de Indobrasil, acabando por aglomerar seu magnetismo sob o carburador da velha Kombi do Ducatti impedindo que a delegação da ADM chegasse até seu compromisso futebolístico.

                    O poeta, que sempre traz versos nas suas prosas resolveu então fazer um poema para a Velha Kombi do Ducatti.

                     A VELHA KOMBI DO DUCATTI.

                      Oh! Velha kombi que não enverga no caminho. Não deixe nossos atletas aqui tão sozinhos! Restabeleça seu ronquinho pesado. Ande, nem que seja num troteado. Leve a gente agora. Não nos deixe aqui de fora. Nesse mundão de trovoada, pois temos um compromisso com a Bancada.

                       Oh! Velha kombi do Ducatti. Onde está tua fibra de outrora! Quando viajava até o nascer da aurora. Agora, fica aí empacada, mancando com a gurizada. Embromando o futebol da moçada! Vê se anda um pouquinho. Vamos chegar, nem que seja com um empurrãozinho!

                        Oh! Velha kombi malvada. Vê se desgruda do chão. Não vê que tá deixando o Ducatti numa triste situação! Tendo que telefonar, pra dizer que você não quer andar. Anda kombi sem coração, tem que funcionar nem que seja na manivela. Por que a turma não aceita ficar vendo novela!

                         Oh! velha kombi inútil. Fez a turma da Bancada ficar falando coisa fútil. Achando que você não passa de uma mentira. Que carrega uma turma descansada, que inventa essas coisas descaradas. Vê se prova que você é real. Que sua pane é coisa séria. Senão nosso crédito vai ficar na miséria!

                   Oh! Velha kombi. Você é nossa salvação. Não faz isso comigo não!. Não funciona esse motor cinquentão. Senão te dou um baita safanão. Será que não consegue ver que vai chover. Não queremos jogar com tanto relâmpago. Você não vai pegar nem que seja no tranco. Queremos ir dormir sem culpa, pondo em você a nossa desculpa!             



Imagens

Ela não pegou nem no tranco... E o jogo foi pro espaço, numa nave espacial. Desculpa que nem essa... Nunca vi igual...

Comentários (6)

Enviado por: Paco, em: 07/10/2011 13:31
Hahahaha...muito boa essa.

Enviado por: olheiro de dia, em: 07/10/2011 14:01
Mas tambem, segundo as más linguas, vinham uns 28 jogadores na KOMBICATTI, e ela não aguentou a subida do Serradinho e bateu biela...tinha gente até no bagageiro, pois o pessoal espalhou lá em Indubrasil que haveria churrasco na chácara, fora a cachorrada correndo atrás, vinha o pezão de bicicheta e dizem que só ficou o guarda da escola e do posto de gasolina.

Enviado por: José Robson, em: 07/10/2011 16:48
Machadinho, quando você se referiu à "velha kombi", teria eu denotado um certo ar nostálgico, sentimental e carinhoso com a "briosa"!" Mas, rapá, a kombi é velha mesmo!

Enviado por: Fabricio, em: 07/10/2011 17:38
Boa poesia mesmo... parabéns. Devido a esse infortuito que causou o cancelamento do jogo, tivemos que ir embora mais cedo ontem... 2h

Enviado por: Valdir, em: 08/10/2011 16:10
Sensacional Machado. Espero que ela nunca mais negue fogo.

Enviado por: Fabao , em: 08/10/2011 18:21
Valdir será que eu entendi que e para atiar fogo????!!!!rsrs bricadeira ducat meu grande meio de campo!!!

Enviar comentário


Nome:
Comentário:
Código de verificação:  
(digite os números que aparecem na imagem ao lado do campo)