Seja bem-vindo, você é o visitante número 1.401.791 do nosso site desde março/2009.

Menu Principal
Início
Apresentação
Notícias
Comentários
Agenda de Jogos
Fotos e Vídeos
Hino
Contato

Campeonatos SINDIJUS
Veterano 2021
Veterano 2019
Veterano 2018
Veterano 2017
Veterano 2016
Aberto 2015
Veterano 2015

Cene mostra força.


Publicada em: 05/11/2011 20:40
por: Hélio da Rosa Machado

                  Vou parar com esse negócio de reverenciar o passado, haja vista que o operarinho aqui do Vetera/11 não anda bem na competição. Para mim basta que nosso Galo da atualidade tenha dado um 'chocolate' no comercial contemporâneo. Assim, é hora de retornar à realidade.

                  No primeiro jogo, o Aquidauanense, comandado pelo Edson (seresteiro da madrugada), parecia que não ia tomar conhecimento da equipe adversária, já que o time celeste apresentava-se seguidas vezes no ataque e criava as jogadas aptas à  chegar ao gol comercialino, entretanto, seus atacantes, parece que enfeitiçados pelo tridente colorado, não conseguiam converter em gols as excelentes jogadas. Resultado: Não 'matou' o jogo no primeiro tempo, acabou sendo vítima do excelente elenco comercialino, constituído de atacantes que não erram. O comercial, no segundo tempo, tomou as redeas da partida e foi minando o meio campo do aquidauanense que não teve mais forças ofensivas e acabou cedendo espaço para os colorados. Destarte, no segundo tempo o excrete vermelho conseguiu impor seu futebol eficiente e concluiu o placar favorável por 3 X 1. Aliás, mais um placar de 3 X 1 em nosso Vetera/2011.

                  Tudo conspirava para uma tarde de lógica, com a vantagem para os times que mantinham favoritismo, considerando que no primeiro jogo o Comercial já havia superado seu adversário. Ledo engano! A surpresa estava reservada para o segundo jogo, já que o Cene, visivelmente preocupado com sua situação na classificação, jogou todas suas cartas nessa partida. Seu treinador Alzirê (In-gua-in - para a Esproval), ao saber que teria uma tarde indigesta pela frente, trouxe para a Arena Esportiva do Sindijus a paraguaiada dos Amaral. Assim, tramando um guarani na sua área reservada aos técnicos, gritava com seus comandados, mais ou menos assim: - Nic... Nic... Átila Gruveward. Deixa de ser convarde!. Chuta rasterinho no canto que o golero num tá!. Não é que deu certo o chamado portenho. A equipe do Cene não tomou conhecimento da equipe operariana. Acho que o Valdir Casagranda gastou toda sua energia nas cercanias do rio aquidauana, ao se empenhar na superação deste articulista, na contingência de derrotar-me na coleta do melhor exemplar. Ganhou no Pequi, mas, perdeu aqui, para a paraguaiada dos Amaral.

                  No terceiro jogo, o destaque foi para a garra e o empenho da equipe verde oliva, comandada pelo não menos paraguaio Toninho Ávalos. Os milicianos, com farda do exércio brasileiro, não esmureceram diante da desvantagem numérica da sua equipe. Foram pra cima do 'bicho-papão' do Naviraiense. Conseguiram manter um placar favorável até boa parte do segundo tempo, quando sua equipe sonhavada em sair vencedora com o placar de 3 X 2. Entretanto, a desvantagem numérica diminuiu seu poder ofensivo, já que seus atacantes já não tinham fôlego para causar perigo ao adversário. Essa questão numérica foi fator decisivo e o Naviraiense que não tinha nada a ver com os problemas enfrentados pelo técnico Toninho Ávalos avançou seu time e acuou o adversário na sua linha defensiva, até que o Gersão apenas desviou um bola aérea e selou o empate por 3 X 3, deixando a equipe verde oliva em situação delicada, já que sua classificação não depende só de si, esperando a combinação de resultados.

                   Enfim, as reações das equipes que estavam abaixo da tabela, demonstram que este ano temos um campeonato de muito equilíbrio e posso afiançar que nem mesmo o Comercial confia tanto em seu elenco, tanto que vi alguns dos seus atletas torcendo, desesperadamente, pela equipe do Ponta Porã, com visível receio de perderem o posto de primeiro lugar para a equipe de Naviraiense.

                  Segue algumas fotos coletadas na oportunidade. Detalhe: quero perder a fama de fotógrafo das poses nubladas, o que me fez ficar mais atento para os ajustes da máquina. A gente só aprende quando as 'pauladas' doem em nossa moleira.              

                 



Imagens

Trio de arbitragem da rodada.

Treinadores usando diplomacia depois da goleado do Cene

Arquibancada atenta para o jogo.

Equipe do Cene concentrada durante a partida.

Bossay trouxe esposa e filhinha para vê-los ganhar do aquidauanense

Figueiredo (o aniversariante da semana), veio prestigiar nosso Vetera.

Família dos Amaral, com galhos de eucalíptos benzendo o técnico do Cene. Se a moda pega, semana que vem tem até pai de santo.

Perfil da galera prestigiando a 5ª rodada do Vetera/2011.

Comentários (4)

Enviado por: k10, em: 06/11/2011 07:43
Sem dúvida foram três grandes jogos , não participei em campo, mas assisti tudo. Estou me preparando e ano que vem vou jogar, ou melhor, acho que vou, se o treinador me escalar é claro. Talvez no aberto eu consiga uma vaguinha...rsrsrsrsrsrsr. O nível está muito alto e o pessoal ta voando em campo. Só fiquei meio triste porque gastei uma grana com Herba life e não me colocaram pra jogar, MAS TUDO BEM SEM STRESSE, como diria o grande filósofo Paulo Cintura "Saúde é o que interessa o resto não tem pressa".

Enviado por: Olheiro indignado, em: 07/11/2011 09:35
É lamantável como os chamados "Lideres da Bancada da bola" estão tratando as pessoas que fizeram história na Arena Sindijus e fora dela, tenho notado o quanto o passado recente foge da memória e as vezes esquecem que com o trabalho dos filiados e tambem com muitos anos de contribuição financeira nossa sede foi construida, devemos atentar para certos detalhes e notar que o objetivo da prática esportiva individual ou coletiva, tem como propósito principal a união e o respeito entre os praticantes e hoje o que se vê, são interesses individuais se destacando e desviando os caminhos do respeito que levamos anos para conquistá-los. Está mais do que na hora da Diretoria abrir os olhos.

Enviado por: resposta ao olheiro indignado., em: 07/11/2011 12:52
naõ fique culpando a bancada da bola por um fato isolado do alcirio. desacordo todo mundo tem.quanto mais vindo do alcirio. que e cerebro pequeno. ou [pinto louco]

Enviado por: Alzirê, em: 08/11/2011 18:31
Muito bacana a sua matéria, Machadinho. Recheada de bom humor. O espírito é esse, confraternizarmos, jogarmos nossa bolinha, objetiva e descontraídamente. Mas... informo ao grande (mais de dois metros) atleta Átila: o "covarde" foi por conta do nobre redator; só para rimar com Gruneward. rsrsrsrsrsrs

Enviar comentário


Nome:
Comentário:
Código de verificação:  
(digite os números que aparecem na imagem ao lado do campo)