Seja bem-vindo, você é o visitante número 1.294.363 do nosso site desde março/2009.

Menu Principal
Início
Apresentação
Notícias
Comentários
Agenda de Jogos
Fotos e Vídeos
Hino
Contato

Campeonatos SINDIJUS
Veterano 2019
Veterano 2018
Veterano 2017
Veterano 2016
Aberto 2015
Veterano 2015

Um jogo das mil e uma noites.


Publicada em: 25/11/2011 11:47
por: Hélio da Rosa Machado

                 Muitos já ouviram falar da lenda do Ali Babá e os Quarenta Ladrões. Sinopse: Jon Hall e Maria Montez estrelam esta fantástica aventura que também é uma grande história de amor. Liderados pelo perverso Hulagu Khan, os mongóis tomam Bagdá e matam o califa. Porém, o jovem Ali, filho do califa consegue escapar, sendo adotado pelo velho Babá, líder de um bando de ladrões. Agora, crescido, retorna para vingar a morte do pai, ocupar seu trono e resgatar seu grande amor, Amara (Montez).

                 Pois é. Só aproveito dessa aventura como alento para falar do Babá Guanandi que esteve conosco ontem em jogo amistoso. Não se tratam de personagens e nem de um filme das telas do cinema, mas de um elenco qualificado e difícil de ser vencido. Como o filme em questão engloba um enredo de aventura e de proezas, não foi  difícil fazer um paralelo, em que pese o Babá Guanandi não possuir o lado desqualificado do time, qual seja, os Quarenta Ladrões. Na verdade, era um contingente considerável de jogadores (uns dezoito mais ou menos) que robavam sim, mas, a bola do adversário, tanto que o 'veinhos' da "Bancada da Bola", que atuaram no primeiro tempo não aguentaram ou resisitiram aos ataques fulminantes do Babá Guanandi. Resultado: o jogo virou com um placar negativo de 3 X 1 em favor do Babá Guanandi.

                Entretanto, o nosso elenco reservou para o segundo tempo o melhor das cenas cinematográficas. Era nesse tempo de jogo que nossos protagonistas briblaram as dificuldades edificadas pelo adversário. Assim, aos poucos nossos atores se concentravam no ataque e iam fazendo um placar mais adequado à nossa história futebolística.

                 Enfim, quanto ao jogo concluímos o amistoso com um placar de 4 X 4 o que não significou nenhum demérito diante da qualidade do adversário.

                  O bom mesmo do filme, foi quando a turma da "Bancada" sentou-se alinhada nas mesas em fileiras do salão principal. Sugestionados pelo teor etílico que se concentrava nas veias, iam criando assunto e cornetando à vontade.

                  Depois de algumas biritas ficou acertado que quinta-feira que vem, no jogo contra a ESPROVAL, iremos fazer uma confraternização em conjunto reunindo as duas escolas. Foram escalados do nosso time alguns que irão trazer a carne. Os demais, pagarão com fichas de 'loiras geladas'. Aliás, ficou acertado que o quilinho deve vir em bifinho que ficará sob a tutela do Jaimão Carrin de Suco.



Imagens

O filme Ali Babá

Comentários (0)

Enviar comentário


Nome:
Comentário:
Código de verificação:  
(digite os números que aparecem na imagem ao lado do campo)