Seja bem-vindo, você é o visitante número 1.322.266 do nosso site desde março/2009.

Menu Principal
Início
Apresentação
Notícias
Comentários
Agenda de Jogos
Fotos e Vídeos
Hino
Contato

Campeonatos SINDIJUS
Veterano 2019
Veterano 2018
Veterano 2017
Veterano 2016
Aberto 2015
Veterano 2015

Um jogo muito especial.


Publicada em: 01/12/2011 12:08
por: Hélio da Rosa Machado

                  Hoje temos um encontro futebolístico que muito representa para todos nós que gostamos de curtir uma peladinha em nossa arena esportiva, constituída de um campo oficial e de um campo society. Esses dois campos agregam duas turmas que se respeitam entre si, mas, que curtem anseios distintos, visto que a ESPROVAL é madrugadora e gosta de reservar o maior tempo da noite para os aperitivos e biritas. Conquanto, a "Bancada da Bola" acende os refletores quase no instante em que a ESPROVAL vai para o merecido descanso. Essas colisões de horários apenas situam os dois grupos no tempo, mas, jamais os separam em termos de paixão e de amor pela 'peladinhas' de quinta-feira à noite.

                  Assim, não dá para falar de ESPROVAL sem as lembranças que vem juntas, já que não está mais entre nós aquele que a idealizou e a colocou em prática.

                  Há alguns meses perdemos uma parceira que junto conosco fez história, ao tratarmos do assunto futebol.

                  Há muitos anos atrás, na década de 80, quando pisei pela primeira vez os tapetes do prédio localizado na rua Cândido Mariano, onde se situava o Tribunal de Justiça do novo Estado de Mato Grosso do Sul, tive a ocasião de receber a visita de um colega até então desconhecido, mas, era ele quem seria o primeiro a colocar-me a par de um grupo que gostava de futebol. Esse colega receptivo era nada mais do que o nosso saudoso Valdecir Rodrigues Machado Messias, nosso queridíssimo professor da ESPROVAL.

                  Será, hoje, depois do seu desaparecimento, o primeiro encontro entre esses dois diletos grupos que fazem acontecer em nosso espaço social, lá no Parque dos Poderes. Assim, nada demais que busquemos um pouco da saudade, para falar de coisas tão importantes que aconteceram antes de Valdecir se despedir como ser carnal.

                 Evidente que já foram muitas as saudações e as homenagens em face do amigo ausente ter sido alguém muito querido e afeito às tarefas recomendadas pelo nosso Ser Supremo,  que é a busca da caridade, com a qual o Valdecir conquistou infindável número de amigos. Entretanto, como aqui foi a sua segunda casa, temos de louvar seus inúmeros feitos para que esta sede social fosse construída, por isso fica difícil esquecê-lo em momentos em que usufruímos da sua própria obra.

                 O fato é que o Valdecir foi meu tesoureiro na gestão de 85/86, época em que tudo aconteceu para que a nossa sonhada sede social fosse erguida dentro das aspirações da nossa gloriosa ASPJMS. Na época, o único imóvel que estava à nossa disposição era um terreno no Bairro Tijuca, saída para Sidrolância. Um local bem longíncuo da nossa realidade e da nossa logística, já que o Tribunal de Justiça situava-se no Parque dos Poderes e o Fórum no antigo edifício ERP.

                  Eu, o Valdecir e toda nossa Diretoria Associativa, saímos à caça de um terreno que pudesse satisfazer nossos interesses, que era contruir um belo campo de futebol e uma bela sede social que pudesse atrair nossos associados. Foi quando um corretor indicou o terreno onde hoje está fincada nossa sede social. Ficamos encantandos com a localização e a dimensão da área física, já que era propícia para que fossem realizadas todas as edificações que sonhávamos.

                 Daí pra frente era só colocar 'a mão na massa' como diz o ditado popular. Foi o Valdecir, na companhia do Arthur Maecawa quem gerenciou toda a obra, sempre auxiliados pelo engenheiro Eduardo Langraf que na época também era o engenheiro do Tribunald e Justiça.

                 Foi nessa época que a nossa gloriosa ASPJMS esteve no ápice da sua gestão, visto que atuava nos dois campos: político e social. No político contávamos com a participação notória da FEDERASUL no movimento classista da categoria, visto que esta última, liderada pelo amigo José Berlange Andrade (Berla), era quem puxava e incentivava na luta salarial. Foi uma época de ouro e a adesão à ASPJMS foi quase de 100% em termos de agregamento das comarcas do interior. No campo social, lá estava o nosso saudoso amigo Valdecir de 'mangas arregaçadas' construindo nosso sede social, visto que a meta da Diretoria da ASPJMS era inaugurá-la ainda nessa gestão. Foi o que ocorreu. Vieram do interior inúmeros ônibus, trazendo centenas de colegas do interior. Foi a maior festa em termos de agregação da categoria que já vi na história de nossa entidade classista. Quem duvidar é só consultar o acervo fotográfica do SINDIJUS, onde ainda  deve figurar inúmeros registros fotográficos.  

                  Enfim, saibam os amigos do Judiciário que o dia hoje, para mim, é muito especial, porque estarei selando minha parceria com esse grandioso cidadão chamado Valdecir que, ao nos deixar precocemente, só será lembrado pelos feitos que ainda estão rodeando nossa vida e nossa alegria.

                  Assim, o jogo de hoje com a equipe da ESPROVAL é mais um marco dos frutos que a grande semeadura feita pelo amigo Valdecir tem sido capaz de  produzir, porque não existe algo mais importante na vida das pessoas do que a integração e a amizade.



Imagens

Símbolo extraído de matéria publicada no blog da ESPROVAL anunciando o duelo de hoje à noite.

Comentários (2)

Enviado por: Alziro, em: 01/12/2011 15:31
Fantástica essa matéria, Machadinho! É sempre bom dar uma avivada na memória da galera, para que as novas gerações saibam da história do SINDIJUS/ASPJMS que, como todo o começo, enfrentou inúmeras dificuldades, quer no campo social, quer no campo político. Pessoas que, literalmente, fizeram o SINDIJUS, não raras vezes são hoje criticados por pessoas pessimistas e amargas que fazem comentários de forma leviana e geralmente na sombra do anonimato. Mas a fibra daqueles que construíram tudo isso é maior que as línguas felinas. Disse o profeta Isaías: "Feliz é aquele que vê a felicidade dos outros sem ter inveja. O Sol para todos e a sombra pra quem merece." Avante ESPROVAL! Avante Bancada do Bola!

Enviado por: Diego Furquim, em: 01/12/2011 16:12
Otima matérias Hélio Machado !!!!

Enviar comentário


Nome:
Comentário:
Código de verificação:  
(digite os números que aparecem na imagem ao lado do campo)