Seja bem-vindo, você é o visitante número 1.319.506 do nosso site desde março/2009.

Menu Principal
Início
Apresentação
Notícias
Comentários
Agenda de Jogos
Fotos e Vídeos
Hino
Contato

Campeonatos SINDIJUS
Veterano 2019
Veterano 2018
Veterano 2017
Veterano 2016
Aberto 2015
Veterano 2015

Uma partida bem disputada.


Publicada em: 02/03/2012 10:17
por: Hélio da Rosa Machado

O jogo de ontem foi disputadíssimo, visto que a equipe 100% Coophatrabalho trouxe para a Arena do Sindijus um elenco qualificado e cheio de alternativas. No primeiro tempo o adversário colocou em campo uma equipe de veteranos que deu muito trabalho para a equipe da “Bancada da Bola”. No segundo tempo, a equipe liderada pelo Natalício renovou a média etária e ficou mais difícil de ser batida, até porque, segundo informações, o time estava montado com um jogador que disputa o campeonato estadual da segunda divisão pelo Novo Operário.

Entretanto, a equipe da casa não estava a fim de facilitar para o adversário e o jogo foi bem disputado, com nossa equipe tendo um melhor rendimento no segundo tempo, entretanto, isso não foi suficiente para alcançar placar favorável. Saímos de campo perdendo o jogo pelo placar de 6 X 5.

Alguns corneteiros de plantão aproveitaram para destilar seu repertório, com a afirmação de que é hora de trazermos equipes menos qualificada, para que possamos reerguer a moral da moçada.

Não obstante, temos de reconhecer que nosso time já não é mais aquele de décadas anteriores quando era quase invencível em nosso reduto. Nossos jogadores, atualmente, ganharam massa corporal (alguns quilos a mais) e o passar do tempo tem contribuído para que as pernas não obedeçam mais o raciocínio.

Paciência!  É hora, também, de nossos comandantes entenderem que as vitórias só voltarão quando a agenda for selecionada, não se permitindo mais que nossos adversários tragam atletas muito além do nosso nível.

Ocorre que nos últimos tempos não tivemos renovação com jogadores de alto nível, conquanto os adversários tenham a opção de trazer quem eles quiserem para compor seus plantéis. Aliás, alguns montam equipes bem qualificadas com o objetivo de derrubar nossa fama de vencedores. Eles ainda não perceberam que nossa equipe já não é mais a mesma de antes.

No momento, o importante é que estamos com um plantel participativo e não devemos abrir mão dessa prerrogativa porque prestigia e valoriza o grupo da “Bancada da Bola”. O que é essencial neste instante, a meu ver, é manter esse grupo unido sem desgastes, com o fim único de obter resultados dentro de campo. Nosso pessoal não mantém sua hegemonia só dentro de campo. Vamos jogar nossa bolinha dentro das nossas possibilidades, mas, sem estresses desnecessários.

A agenda somos nós que montamos. Então, a sugestão é que, com o tempo, irmos eliminando das partidas amistosas aqueles adversários que não estão acompanhando essa nossa deficiência técnica em razão do aumento da faixa etária. Aliás, isso pode ser feito de imediato com a proibição de que o jogo se realize, quando o adversário reunir número de atletas com idade abaixo da média estabelecida pela Direção.

Fica aí a sugestão, visto que ultimamente temos percebido certo exagero nos adversários quanto à formação do plantel que vai nos enfrentar em nossa Arena Esportiva. Eles trazem times para ganhar o jogo, como se fosse um campeonato que vale três pontos.

No mais, depois do jogo era hora dos planejamentos sociais em torno do grupo da “Bancada da Bola”. O fato é que entre os meses de fevereiro e março, catalogamos lista considerável de aniversariantes (Bossay, Anderson Pironcelli, Mohamed, Emerson (paraguai) e Leco). Assim, ficou combinado que no dia 18.3.2012 (num domingo) iremos nos reunir para um ‘peladão’ valendo cerveja. O dia será dedicado às homenagens desses aniversariantes, dentro do esquema já conhecido, com alguns trazendo a carne e outros pagando a cerveja, além, é claro, da movimentação em torno do grupo musical que irá oferecer momentos de alegria para a turma da “Bancada da Bola”.

O Tucho prometeu trazer um novo artista que, como nós, gosta da moagem. Disse o Tuchão que se trata de alguém que tem profissão definida, mas que tem o dom da música (tecladista) e gosta de participar de momentos festivos semelhantes aos nossos.

Vamos esperar que o Tuchão não encontre as mesmas barreiras de seu filho Diego que se achava apto a trazer, quando quisesse, o grupo Z4, mas, quando isso foi cobrado na prática, ele teve de recuar porque seu prestígio não era tanto quanto imaginava. Brincadeira, hem, Diego! Falo como corneteiro... Sabemos que músicos bons possuem agenda cheia e que é preciso certo tempo para poder trazê-los para abrilhantar momentos festivos.

Enfim, termino reprisando que os resultados dentro de campo não são tão importantes quanto é nossa união e nossa força de grupo.



Imagens

O Grupo da Bancada não é só futebol.

O Gripo da Bancada também significa união.

O Grupo da Bancada não é só futebol

Comentários (4)

Enviado por: Valdir, em: 02/03/2012 12:53
Primeiro - Os apontamentos na matéria estão perfeitos e devemos refletir. Segundo - Quem não esqueçe dessa foto é o Flávio e a borboleta azul.

Enviado por: Edson, em: 02/03/2012 16:11
Depois destas fotos ainda sou eu quem não larga o copo ou a latinha??????????? Vamos rever isto também!!!!!!!!!!!

Enviado por: .´. Emerson Morilho, em: 04/03/2012 11:04
Machadinho, não esqueça de me incluir na lista dos aniversariantes destes meses, tenho certeza que estarei ai comemorando com os ilustres aniversariantes. ano passado teve um jogo entre os amigos do Piron e amigos do Emerson. Parabens a Bancada da Bola pois esta ideia dos aniversários realmente foi brilhate.

Enviado por: Hélio, em: 04/03/2012 19:47
Desculpe por não incluí-lo, pois não lembrei que você fazia parte da lista. Vou incluí-lo na matéria acima. Confira!

Enviar comentário


Nome:
Comentário:
Código de verificação:  
(digite os números que aparecem na imagem ao lado do campo)