Seja bem-vindo, você é o visitante número 1.324.091 do nosso site desde março/2009.

Menu Principal
Início
Apresentação
Notícias
Comentários
Agenda de Jogos
Fotos e Vídeos
Hino
Contato

Campeonatos SINDIJUS
Veterano 2019
Veterano 2018
Veterano 2017
Veterano 2016
Aberto 2015
Veterano 2015

Ensaio da Turma do Barulho


Publicada em: 04/03/2012 18:42
por: Hélio da Rosa Machado

                  Quem acha que o grupo prata da casa da "Bancada da Bola" é uma ficção, ou algo esotérico ligado ao mundo metafísico, engana-se redondamente, visto que se trata de um grupo pra lá de badalado e que domina as paradas de sucesso do bairro São Francisco, onde vive este articulista.

                    Neste último domingo, 4.3.12, a Turma do Barulho reuniu-se com o fim de preparar o repertório para a próxima festança da "Bancada da Bola". O quarteto formado por Fabrício (violão), Mauro (gauteiro), Vivaldo (violão) e Hélio (cajon) reuniu-se neste domingo e, através de energético à base de 'loira geladas' e espetinhos da hora (tipo daqueles servidos na feira central), tratou de acordar a vizinhança do moroso cotidiano do 'nada acontece' para embalar todos os ouvidos com o som melodioso que se difundia a partir do endereço machadiano.
                   Foi um dia contagiante, visto que, além da música tivemos a grata satisfação de contarmos com o churrasqueiro (da ocasião) estreante, cujo nome todos já conhecem: o Fabão. Ele parou de fazer gols na Arena do Sindijus, mas, convenhamos, como churrasqueiro, revelou-se um grande artilheiro. Aliás, sua esposa Vanusa vendo o esforço do solitário mestre cuca, apressou-se em registrar algumas fotos. Os corneteiros entenderam que o gesto nada mais significou de que um registro de cobrança, já que, segundo as fofoqueiras, o Fabão em casa é um 'zero à esquerda', ou seja, não ajuda em nada!
                   Só posso dizer que ninguém é perfeito. Tanto nós que 'assoreamos' o ouvido da moçada, quanto o Fabão fazendo seu churrasco, podemos dizer que ultrapassamos os limites do ponderável. 
                   Brincadeira à parte. Foi um dia de aprendizado, realmente! 
                    Os músicos puderam experimentar um repertório bem eclético oscilando entre os chamamés (especialidade de Mauro e Vivaldo) e as músicas gauchescas (especialidade de Fabrício). 
                    Pena que o Fabão saiu bem chateado de minha casa. Assistiu ao jogo Corinthian x Santos e a única coisa que conseguia pronunciar, diante da superioridade do time praiano, era de que seu time não estava jogando completo. 
                     Enfim, depois do horizonte desenhar as nuvens do ocaso em função da fusão entre o sol e o anoitecer é que os visitantes resolverem se despedir. Para este anfitrião, foi um dia cheio de alegria e de novidades. Afinal, não é sempre que o Bairro São Francisco convive com pessoas tão ilustres.
                     Obrigado pela visita!


Imagens

Hora do ensaio. Só o anfitrião descansava.

Enquanto o churrasqueiro ainda descansava.

Jussara e Vanusa prestigiando a Turma do Barulho

Momento de folga (da cachorrinha Belinha)

Dona da casa curtindo um merecido descanso.

Fabão desesperado frente o televisor, depois do um a zero.

Mauro entornando todas enquanto esperava a hora de ensaiar.

Heloisa tentando esconder a beleza.

Hora do ensaio.

Comentários (4)

Enviado por: Hélio, em: 04/03/2012 19:52
Quem aniversariou neste domingo e recebeu os amigos do SINDIJUS, foi o amigo PAULO MARTINS BRUM. Fiquei muito honrado de receber o convite, mas, infelizmente não pude comparecer em razão do compromisso previamente agendado com os amigos acima. Desejo ao Paulo Brum tudo aquilo que ele merece que é o gozo de uma excelente saúde e um astral pra lá de alegre, como ele sempre soube demonstrar perante seu grupo de amigos. Que Deus sempre esteja com você Paulo Brum...

Enviado por: Paco, em: 05/03/2012 06:35
Parabéns Paulo, muitas felicidades e luz no seu caminho, abçs

Enviado por: k10, em: 05/03/2012 09:21
Parabéns Gaucho, tudo de bom e que Deus o proteja hoje e sempre.

Enviado por: Alziro, em: 08/03/2012 17:21
Parabéns e muitas felicidades, Paulo Tchê Brum. Ah... então aquele gol de 'sem pulo' foi para comemorar o seu centenário. Muito bem... e os seus colegas da ESPROVAL só ficam sabendo posteriormente e através da mídia. Mas, enfim... muita saúde, paz, prosperidade e fecilidade pra ti, índio véio macanudaço.

Enviar comentário


Nome:
Comentário:
Código de verificação:  
(digite os números que aparecem na imagem ao lado do campo)