Seja bem-vindo, você é o visitante número 1.103.446 do nosso site desde março/2009.

Menu Principal
Início
Apresentação
Notícias
Comentários
Agenda de Jogos
Fotos e Vídeos
Hino
Contato

Campeonatos SINDIJUS
Veterano 2018
Veterano 2017
Veterano 2016
Aberto 2015
Veterano 2015

A festa de despedida.


Publicada em: 09/12/2012 11:48
por: Hélio da Rosa Machado

Acredito que nosso Presidente da Delegacia José Alberto quis caprichar na festa desta final, para unir o ambiente festivo deste ano de 2012 com a própria despedida de sua gestão, afinal, foram cinco anos de trabalho e de muito empenho em deixar sua marca em mais uma gestão bem sucedida.

Depois de aquela excelente partida que decidiu o certame deste ano, era hora de a galera descer para o outro setor de nosso clube que tem sido o aconchego de nossos guerreiros depois das épicas batalhas de dentro de campo. Era o momento de todos os atletas e familiares se dirigirem para o quiosque principal de nossa sede social para degustar as ‘loiras geladas’ guardadas no freezer Kenzo e também jogador conversa fora, discutir os melhores lances da partida e, de quebra saborear um bom churrasco e ouvir a surpresa musical reservada para a festança, já que estávamos recebendo dois jovens e brilhantes músicos de nossa Capital. Não consegui gravar na memória o nome da dupla, mas espero que alguém que os conheça revele seus nomes nos comentários abaixo.

O fato é que atravessamos a madrugada. Depois de os músicos principais terem de ir embora, quem assumiu o lado musical foi nosso amigo e talento da casa, o Fabrício que, em companhia de um sanfoneiro do grupo e um experiente violeiro que não tinham hora marcada, acabaram por atender nosso convite para, em acústico e, rodeados de os amigos da saideira, passaram a formar novo cenário musical com repertório que oscilou entre as músicas gauchescas e as já tradicionais acordes de luz vermelha. Nesse ritmo a galera remanescente insistia em reverenciar a madrugada. Quando o cansaço me derrubou tive de tirar meu time de campo, isso lá pelas duas da madrugada. O Fabrício, como é de costume, chamou o Edson, seu sobrinho, o sanfoneiro e o violeiro que faziam parte do grupo remanescente para curtirem a famosa ‘janela do Japa Marcelo’. Daí em diante eu, que já havia recebido aquele telefonema misterioso que atrai a vontade de voltar pra casa, já não podia ser testemunho do que iria acontecer madrugada adentro.

Hoje só a ressaca me acompanha e o conforto de ter em meu acervo de troféus mais um que, mesmo não sendo o de 1º lugar, muito representa para minha velha carreira de amigo da bola.

Seguem algumas fotos do pós-jogo... 

 



Imagens

Os jovens músicos da noite.

Dando assessoria na percussão.

Acústico da madrugada

Posando para o fotógrafo do Mão na Taça.

Um churrasqueiro de primeira.

'bebemoração' da campeã

Gestão 2013

Geração futura

Gestão 2013

Comentários (3)

Enviado por: José Robson, em: 09/12/2012 19:41
Machadinho, gostei daquela mesinha de apoio - ou cadeira, não sei!

Enviado por: alziro, em: 09/12/2012 23:14
huuuuuuuuummmmmmmmmm.... glllluuuupppp... aaaaahhhhhhhhh

Enviado por: jairo cesar, em: 11/12/2012 23:22
acredito que foi uma baita festa a final ,pena que nao estive na festa pelo menos ja que meu time o flu nem classificou para a final , mas fica aqui meus agradecimento a essa familia sindjus , um otima festa de ano e que 2013 posamos estar mais perto da familia e dos amigos valeu ate a proxima,,,

Enviar comentário


Nome:
Comentário:
Código de verificação:  
(digite os números que aparecem na imagem ao lado do campo)