Seja bem-vindo, você é o visitante número 1.163.719 do nosso site desde março/2009.

Menu Principal
Início
Apresentação
Notícias
Comentários
Agenda de Jogos
Fotos e Vídeos
Hino
Contato

Campeonatos SINDIJUS
Veterano 2018
Veterano 2017
Veterano 2016
Aberto 2015
Veterano 2015

Selecionado CANARINHO


Publicada em: 14/05/2013 13:27
por: Hélio da Rosa Machado

 

 

Saiu hoje o elenco que irá representar a camisa amarelinha na Copa das Confederações. À exceção de poucos o rol de jogadores é aquele que já esperávamos, visto que o Felipão tem demonstrado, através dos amistosos que comandou depois de ter assumido a seleção de que sua preferência vinha sendo exposta através das suas convocações e escalações, além do emprego do sistema de jogo que pretende impor.

Em uma coisa ele saiu acertando ‘de cara’, ao excluir de sua lista o tal de Ronaldinho Gaúcho que, ao meu sentir, não possui mais idade para enfrentar o futebol aguerrido que compõe as meias linhas adversárias. Exemplo de futebol moderno e aguerrido no meio campo vem sendo exibido pelo poderoso elenco do Barcelona e pelo selecionado espanhol. Nesses elencos não possui nenhum jogador que tenha feito parte de um passado remoto. Ou seja, nem no Barcelona e nem na equipe espanhola existe jogador que tenham sido estrelas em outras Copas do Mundo. Por que o Brasil teria de ter, considerando que Ronaldinho Gaúcho e Kaká estão em fim de carreira?

A grande novidade, a meu ver, foi a exclusão de Ramires em favor de um atleta do Bayern de Munique, um tal de Luiz Gustavo que o torcedor brasileiro não está acostumado a presenciar dentro de campo. Deve ser outro jogador bem parecido com o Fernando do Grêmio, ou seja, que sabe marcar muito, mas como armador significa uma figura inexpressiva dentro de campo. Creio que o Felipão está apostando nesse jogador para substituir o Fernando quando este não estiver em condições de jogo. Ele deve estar pensando: Como já tenho Paulinho e Hernandes que são volantes (armadores), preciso de um deles ‘carregando o piano’, ou seja, ‘dando botinada’ e tomando a bola do adversário.

Para nós, campo-grandense, fica o lisonjeio de contarmos com Jean que tem origem na Capital sul-mato-grossense. Ele é filho de ‘Janjão’, um zagueirão viçoso que eu costumava enfrentar lá na Colônia de Férias, quando tínhamos o hábito de ‘montar acampamento’ naquele clube e, de quebra, bem ao lado do campinho, para ficarmos o tempo todo correndo atrás da bola, para depois degustarmos uma geladíssima, como já era de costume naquela época.

Mas, enfim, eu não sou tão fanático e nem tão emotivo quando se fala do futebol canarinho, por isso estou com ‘o pé atrás’ com esse elenco brasileiro. Entretanto, como apreciador do futebol já marquei meus vinte dias de férias exatamente no período da Copa das Confederações, porque, além de torcedor para a amarelinha, quero assistir tranquilamente quais serão as seleções que poderão ser consideradas as mais fortes para a Copa do Mundo de 2014.



Imagens

Minha seleção, com Paulinho no lugar de Kaká.

Comentários (2)

Enviado por: Alemão, em: 14/05/2013 15:59
Este tal de Luis Gustavo é um jogador chamado de moderno pela imprensa Européia, jovem, que chuta bem de longe, armador de cabeça erguida, um meia como não se vê mais. Já o nosso Fernando do Grêmio, já podemos considerar um titular do Felipão, pois quem tem assistido os campeonato gaucho e a Libertadores, cansou de ver ele carregando a bola e finalizando no gol. Já quanto ao nosso RAMIRES, ele decaiu muito e já não é mais o mesmo. Gostei da Seleção e boto fé.

Enviado por: Valdir, em: 15/05/2013 09:58
Chega de Ronaldinho e Kaká. Acredito que Felipão acertou.

Enviar comentário


Nome:
Comentário:
Código de verificação:  
(digite os números que aparecem na imagem ao lado do campo)