Seja bem-vindo, você é o visitante número 1.106.377 do nosso site desde março/2009.

Menu Principal
Início
Apresentação
Notícias
Comentários
Agenda de Jogos
Fotos e Vídeos
Hino
Contato

Campeonatos SINDIJUS
Veterano 2018
Veterano 2017
Veterano 2016
Aberto 2015
Veterano 2015

As guaviras de agora.


Publicada em: 29/10/2013 12:54
por: Hélio da Rosa Machado

Guaviras do campo sumiram.

E nossos campos também.

Só lá...

 Na chácara ‘Machadinho’

Que cerrado você vê

E guavira você tem!

Sem levar um vintém!

 

As folhas estão abundantes.

Tudo lembra as coisas de antes.

                               Vendo-se um cerrado brilhante

Bem perto daqui.

Lembrando as aventuras.

De tempo de guri.

 

Meus olhos brilharam.

Quando deparam com flores.

Em meio aos odores.

Daquelas frutas pequenas.

Que crescem em centenas.

 

É quase novembro.

Quando os sanhaços e periquitos

Assanham-se com a nobreza da fruta.

Na dimensão da luta.

Que meu pai se esmera.

Para salvar alguma quimera.

 

As imagens estão comigo.

Vão servir de abrigo.

Aqui os pássaros não mexem.

Mas as frutas não crescem.

Porque se perpetuam.

Como é a próxima semente.

Que vai ficar...

 Na memória da gente.

 



Imagens

Guavira.

Guavira.

Guavira

Um robustro cerrado

Comentários (0)

Enviar comentário


Nome:
Comentário:
Código de verificação:  
(digite os números que aparecem na imagem ao lado do campo)