Seja bem-vindo, você é o visitante número 1.103.455 do nosso site desde março/2009.

Menu Principal
Início
Apresentação
Notícias
Comentários
Agenda de Jogos
Fotos e Vídeos
Hino
Contato

Campeonatos SINDIJUS
Veterano 2018
Veterano 2017
Veterano 2016
Aberto 2015
Veterano 2015

Homenagem aos rubro-negros.


Publicada em: 28/11/2013 13:26
por: Hélio da Rosa Machado

Todos sabem que sou santista, mas, caso fosse permitido e aceitável ter dois times, o segundo time de minha admiração seria o flamengo. Aliás, é o flamengo. Um time de tradição e acostumado a título tal qual o histórico do Peixe da Vila Belmiro. Mas, os parabéns devem ser dirigidos exclusivamente àqueles que têm esse time como único, ou como primeiro no coração.

Considero o flamengo e sua torcida um fenômeno. Lembro-me que na idade dos meus vinte e poucos anos eu estava certa vez em uma praia sulista e fiquei deslumbrado com o contingente de torcedores do flamengo na região. Geralmente essas pessoas torcem para Grêmio, Internacional ou algum time de Santa Catarina ou Paraná. Naquela época o flamengo tinha Adílio, Zico, Paulo César Carpegiani, Andrade, Nunes, Júnior e muitos outros jogadores de nível de seleção. O time, para variar, estava numa final e as pessoas das diversas partes do país se reuniam em barzinhos para ver o flamengo jogar.

Qualquer lugar que o Flamengo vai jogar os estádios ficam lotados. O time tem torcedor até no nordeste que é uma região muito apaixonada pelos times da casa. Não tenho nenhuma dúvida de que o contingente de torcedores flamenguistas é bem maior do que o número de torcedores corintianos. Talvez não seja uma torcida tão vibrante quanto ao do Corinthians, mas é melhor distribuída pelo Brasil.

O Flamengo sempre foi e sempre será o rei do Maracanã. Já fez partidas memoráveis naquele colosso de concreto. Por isso foi justo que o Flamengo, no retorno dessa histórica arena brasileira fosse o primeiro clube tupiniquim a erguer um troféu em seus domínios. E que beleza o cenário de ontem. Um estádio naquela dimensão, com traços modernos (depois da reforma) recebeu sua lotação máxima. Um colorido que oscilava entre o vermelho e o preto. Coisa linda de se ver.

 E o time então! Fez por merecer o título. Sem badalação como na época em que a diretoria se vangloriava de criar um ataque dos sonhos, embalado pela contratação de Romário, Sávio e Edmundo. Não deu certo. Muita vaidade não cabe em único clube, especialmente com a chamada ‘cultura do rio’, onde os atletas que mais se destacaram no aspecto de qualidade, eram, por excelência, indisciplinados nos treinos e nos momentos de concentração. O time de hoje é diametralmente oposto. Um elenco sério, sem craques, mas apegado ao sistema tático e à garantia de não dar fôlego para o adversário jogar.

No jogo de ontem, fora as jogadas do gol, quem se destacou foi o jogador Luiz Antônio. Um jogador versátil, rápido, veloz, perigoso na linha de fundo, com bom aproveitamento nos passes. Um jogador que estava em noite inspirada e foi quem criou boas jogadas no meio de campo e nas extremas. O Elias fez o gol apenas. Não brilhou e não reeditou jogadas realizadas em jogos anteriores. Entretanto, o Paulinho é daqueles jogadores que eu admiro porque reúne em sua performance o único fundamento que encanta os brasileiros. Ele vai pra cima tenta o drible e não tem medo das jogadas mais ríspidas. Em face desta sua ousadia é que ele conseguiu sair de um defensor dentro da área pequena do Atlético-PR, com uma finta em pequeno espaço, para erguer a cabeça e ver o Elias chegando. Uma jogada de quem sabe.

Ontem fui Flamengo e vibrei junto com a Nação rubro-negra. Aliás, nem que eu não tivesse nenhuma simpatia pelo time eu iria me esforçar para deixar alguma mensagem para os novos campeões da Copa do Brasil. Esse é o papel daqueles que têm responsabilidade por um site do nível do Mão na Taça. Aqui a gente faz as coisas de forma amadora, mas com o cuidado de estar presente em todos os momentos de emoção de nossos adeptos. 



Imagens

Um grupo de 'lutadores' dentro de campo.

Um troféu merecido.

Comentários (5)

Enviado por: K10, em: 28/11/2013 15:52
ENTÃO... COPA DO BRASIL 2012, SÉRIE B 2013 E PRO VERDÃO NÃO TEM HOMENAGEM?

Enviado por: K10, em: 28/11/2013 15:56
EU ACHO QUE DENTRO DESSE CORAÇÃO DE PEIXE HABITA UM URUBU, OU SERIA UM PEIBU OU URUIXE.

Enviado por: Hélio, em: 28/11/2013 16:27
Eu sabia que vinha 'chumbo grosso' em face de não ter existido homenagem ao verdão. Sucede que quando isso ocorreu foi num sábado ou numa terça-feira, dias em que eu estou meu desligado do futebol profissional. Viva verdão, você foi um campeão, seja de primeira ou de segunda, você sempre terá uma festa profunda, como de verdadeiro herói, que um passado corrói, mas pra frente é o que importa, seja verde da camisa ou verde da horta, você foi vitorioso como ninguém, porque não quis gastar nem um vintém. Agora fica esperto, olhe para o futuro, vê se não da furo, porque na primeirona é bem duro. Palmeiras voltou à realidade, estará juntos com outros da atualidade, num grupo dileto, daqueles que fazem um futebol predileto. Você foi vítima de anonimato. Passou despercebido seu campeonato. Mas, agora, daqui pra frente, vou ficar de olho, para ver se você vai ser coerente. ASSIM TÁ BOM! KKKKKKKK

Enviado por: Tula, em: 30/11/2013 14:42
Machado, parabéns pela matéria. Acredito que vale ressaltar também o trabalho feito pelo Jaime (técnico). Para a mídia até então um desconhecido, mas com a sua humildade e serenidade conseguiu em pouco tempo montar um grupo vencedor. Espero que a diretoria continue dando a ele oportunidades e não façam o mesmo que fizeram com o Andrade.

Enviado por: JCSUCO, em: 03/12/2013 12:46
PARABÊNS MACCHADO VC FEZ A COISA CERTA EM PRESTAR ESTÁ HOMENAGEM AO MAIOR E MELHOR DO MUNDO, TODOS NÓIS NASCEMOS FLAMENGUISTAS DEPOIS ALGUNS MUDAM PARA QUE NÃO FICAMOS SOZINHO COM UMA SÓ NAÇÃO, ISTO SERVE PARA VC TAMBEM FABÃO/PIRON/OSVALDO/FABINHO/LECO/JAPA E OUTROS IRRUSTIDOS VCS QUANDO VEIO AO MUNDO ERAM FLAMENGO DEPOIS SAIRAN NA CHUVA COM A CABEÇA QUENTE E MUDARAN PARA ESSE TIMINHO QUAL É O NOME DELE MESMO KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

Enviar comentário


Nome:
Comentário:
Código de verificação:  
(digite os números que aparecem na imagem ao lado do campo)