Seja bem-vindo, você é o visitante número 1.074.634 do nosso site desde março/2009.

Menu Principal
Início
Apresentação
Notícias
Comentários
Agenda de Jogos
Fotos e Vídeos
Hino
Contato

Campeonatos SINDIJUS
Veterano 2018
Veterano 2017
Veterano 2016
Aberto 2015
Veterano 2015

Tiro no escuro.


Publicada em: 02/12/2013 14:57
por: Hélio da Rosa Machado

Às vezes a gente observa algumas notícias sobre o futebol que nos deixam até certo ponto perplexos! Seria falta de craque? Ou são os jogadores de área que estão se tornado raros?

Refiro-me às notícias estampadas hoje na mídia nacional no sentido de que o Atlético paranaense pretende contratar o centroavante Adriano que não joga e não treina a dois anos depois de que saiu do Corinthinas. E mais, dizem tais manchetes que a contratação se traduz em reforço para a Copa Libertadores, mas está atrelada ao esforço de o jogador se condicionar fisicamente. Como dizem por aí: - Já vi esse filme!

É verdade que o Atlético paranaense tem grandes chances de disputar a Libertadores do ano que vem. Entretanto, essa vaga ainda deve ser vista como mera expectativa já que com a possibilidade de perder seu último jogo pode deixar escapar essa vaga que vai parar no ‘colo’ de outro time.

Ora, como o Adriano poderia ser um reforço? Está sem jogar a dois anos e, como se sabe, é um jogador polêmico, cheio de inquietude pessoal e que não gosta de treinar. Quem está fazendo a aposta nesse jogador está flertando com a corda bamba. Tanto Corinthians como o Flamengo tiveram tentativas parcimoniosas para reverter o estado crítico em que o atleta se enlameou, mas, nenhuma delas deu resultado, porque ele (Adriano) não estava disposto a enfrentar os sacrifícios.

Agora, depois de passados dois anos, com o atleta só fazendo o que gosta que é ‘curtir a vida’, como poderia buscar algo que já era difícil naquela época. Imaginem agora mais velhos e muito mais avantajado fisicamente?

Já tivemos estórias de superação que encantou o Brasil. É o caso de Ronaldo Fenômeno que passou por duas cirurgias delicadas e acabou dando a volta por cima. Entretanto, são casos diferentes. O Ronaldo, na época tinha olhos para a seleção brasileira. Compensava para ele dedicar-se e esperar uma total recuperação. Mas, o Adriano, o que lhe resta neste momento? Só o prazer de jogar bola, mas este pode ser realizado fora do profissionalismo.

Eu fico pensando se essa chamativa de Adriano para retorno ao futebol, não estaria passando pelo foco que tem iluminado a carreira de Walter do Goiás? Gordinho por gordinho, ambos são jogadores de alto nível. Há de se dizer: - Ora, se o Walter conseguiu ser artilheiro sendo um jogador sem a estrela de Adriano, por que este último que já tem brilho próprio e intenso não poderia voltar a produzir luz?

Se isso vai dar certo ou não, só o tempo irá demonstrar. O fato é que o Adriano já demonstrou no passado que não gosta de ser submetido à intensidade do treinamento. Ele sempre foi um jogador competente, mas, convenhamos, nunca conseguiu vencer a luta contra os quilinhos a mais. Não coseguiu isso quando era novo, será muito mais difícil agora.

Entretanto, as pessoas otimistas sempre devem acreditar na evolução do homem. Quem sabe Adriano parado depois de tanto tempo, não tenha conseguido ajustar aquilo que sempre lhe faltou que é o juízo para se tornar alguém adaptado à dureza do treinamento? Se isso ocorrer quem sabe sua luz quase apagada não possa brilhar novamente?

A grande certeza disso tudo é que estamos numa época aqui no Brasil que faltam craques. Os melhores foram para o estrangeiro e aqueles que despontam saem muito cedo. Assim, temos que importar jogadores da Argentina, do Uruguai, do Paraguai e de outros países sul-americanos. Tanto é assim, que na final do brasileirão os prêmios são divididos entre jogadores brasileiros e os estrangeiros. Diante desse quadro, creio que para nós é melhor ver um gordinho jogando bem do que ver um estrangeiro dando ‘botinadas’, como tem acontecido em nossos campeonatos.

Vamos dar a última chance para Adriano. Seria tão bom vê-lo acertando aqueles ‘petardos’ de perna esquerda pelos gramados brasileiros. Mas, até isso acontecer muitas ‘tormentas’ e até muitos ‘tornados’ vão ocorrer à sua volta. Esse ‘mau tempo’ podemos esperar com certeza!

 



Imagens

Se o Walter pode por que voce não?

Comentários (0)

Enviar comentário


Nome:
Comentário:
Código de verificação:  
(digite os números que aparecem na imagem ao lado do campo)