Seja bem-vindo, você é o visitante número 1.074.479 do nosso site desde março/2009.

Menu Principal
Início
Apresentação
Notícias
Comentários
Agenda de Jogos
Fotos e Vídeos
Hino
Contato

Campeonatos SINDIJUS
Veterano 2018
Veterano 2017
Veterano 2016
Aberto 2015
Veterano 2015

Visita de Gerson pescador.


Publicada em: 06/12/2013 12:55
por: Hélio da Rosa Machado

A noite de ontem foi um dia importante para nós da “Bancada da Bola”, primeiro, porque o time estava impossível e acho que pela primeira vez no ano cravou o melhor placar favorável e, segundo, nossa turma teve a honra de receber o meu irmão (agregado) Gerson, que conhecemos na linguagem da ‘cornetagem’ como Opache.

O “Tuchão” que estava na arquibancada (contundido), com a seu peculiar jeitão de ‘tirador de sarro’ ficava ‘zuando’ o time adversário, visto que o placar elástico em nosso favor (de 4 X 0 até boa parte do primeiro tempo) lhe inspirava para discursar mais ou menos assim: - Eita time desastrado (se referindo ao adversário). Perdendo para o Sindijus com esse placar no primeiro tempo! Isso é coisa que nem Nostradamus imaginou! Sucede que na maioria das vezes o nosso time nunca sai ganhando no primeiro tempo.

Pois é. Fora as ‘cornetagens’ de arquibancada até que foi um jogo para ‘lavar a alma’ da moçada. O adversário veio com muitos veteranos e não era uma equipe tão qualificada em termos de valores individuais. Isso propiciou que nosso time crescesse dentro de campo.

Falando em arquibancada desta vez havia um convidado ilustre.  Somava-se ao contingente de apreciadores do jogo o meu irmão (agregado) Gerson (Opache) que também ‘zuava’ de meu preparo físico e da preponderância abdominal do caboclo. Pudera o PC e o Osvaldo mandaram pra mim um manequim dos anos 70. A camiseta é tão justa que chega a acompanhar de forma bem destacada as curvas insinuantes acima da cintura.

E para completar a ‘zueira’ ainda fiz um gol. A galera foi ao delírio. Alguns diziam que fazia um ano. Outro que fazia menos. Enfim, ninguém lembrava quando foi a última vez, tamanha a raridade.

Terminado o jogo formou-se a famosa e descontraída mesa da “Bancada”. O futebol nessa ocasião não era coisa tão comentada. A reunião de velhos companheiros pescadores acabou direcionando o assunto exatamente para a atividade número dois da galera. Os mais afoitos aproveitaram para relatar seus épicos instantes de fisgadas. Os peixes são difíceis de aparecer, mas as estórias são muitas!

O fato mais lamentável tratado na ocasião foi a inequívoca saída de Marcelo das atividades ‘cervejisticas’ dos Sindijus. Uma ausência que vai ser muito sentido pela galera. Trata-se de uma pessoa que deu dinâmica a esse serviço lá em nosso clube social. Ele é talentoso para fazer esse trabalho. Incansável. Gentil. Prestativo. Não conhece a leniência da preguiça. É ousado. Serve com satisfação. Honesto. Um trabalhador de primeira qualidade.

Vai ser muito difícil substituí-lo. O Osvaldo e a Diretoria estão apreensivos com essa perda porque sabem que vai ser difícil achar alguém de tamanhos predicados. Já tentamos demover o Marcelo dessa decisão, mas ficou parecendo que essa disposição é definitiva. Ele, como pessoa educada e como alguém com cultura oriental não se mostrou solicito a revelar a motivação para que tenha tomado essa decisão.  



Imagens

Nem parece que nesse momento o jogo estava rolando... Esses estavam só assistindo.

Só 'cornetagem' futebol clube.

Falando de pescaria.

E também jogando conversa fora.

Opache nos fazendo uma visita cordial.

Jaime Carrinho de Suco equilibrista

Comentários (4)

Enviado por: Hélio, em: 06/12/2013 15:02
O perigo era a voz 'do canarinho' do JCSUCO, através de uma onda sonora, desbancar a arte do nosso personagem...kkkkk E quanto a foto de cima não é possível decifrar os caboclos em face de o fotógrafo estar no mesmo nivel dos atletas, ou seja, teve preguiça de chegar mais perto.....kkkkk

Enviado por: Hélio, em: 06/12/2013 15:04
Essa foto ilustra aquilo que temos conversado com o nosso time. Um bloco se defendendo e se distanciando em grupo do fundamento chamado ataque. Nosso time é daqueles que conhecemos como retranqueiro. É não é o técnico que pede isso...

Enviado por: TUCHO, em: 06/12/2013 15:11
MACHADINHO, estão dizindo que vc abaixou com medo da bola, e neste momento ela bateu em sua cabeça, vindo a fazer o gol, nem seu irmão que ali estava presente acreditou, e agotra faltam quantos para chegar ao milésimo gol.

Enviado por: Helio, em: 07/12/2013 06:56
kkkkkkkkkk. Que isso Tucho...Foi pura habilidade.....kkkkkk

Enviar comentário


Nome:
Comentário:
Código de verificação:  
(digite os números que aparecem na imagem ao lado do campo)