Seja bem-vindo, você é o visitante número 1.320.172 do nosso site desde março/2009.

Menu Principal
Início
Apresentação
Notícias
Comentários
Agenda de Jogos
Fotos e Vídeos
Hino
Contato

Campeonatos SINDIJUS
Veterano 2019
Veterano 2018
Veterano 2017
Veterano 2016
Aberto 2015
Veterano 2015

A festa foi do Criciúma...


Publicada em: 05/07/2009 09:56
por: Hélio da Rosa Machado

A Festa foi do CRICIÚMA:

 

 

                                       Que tarde-noite estupenda!

                                        Repito a frase que pronuncei no ano passado, no meu discurso de premiação: SER CAMPEÃO NÃO É SIMPLEMENTE TER O MÉRITO DE GANHAR UM TROFÉU OU DE FESTAJAR A VITÓRIA. SER CAMPEÃO NO NOSSO FUTEBOL - ANTES DE TUDO - É TER UMA HISTÓRIA PARA CONTAR. Foi exatamente o que ocorreu com o time do Criciúma; uma equipe formada com a maioria de atletas acima dos 35 anos de idade, à exceção de Rubens Jr, Enedino e Anderson Pironcelli (que também esta prestes a se tornar um veterano). Todos os outros tem idade suficiente para participarem do campeonato do segundo semestre (de veteranos). Isso representa aquele pensamento de que experiência (em certas ocasiões) é mais eficientedo que vitalidade, principalmente em face dos jovens não estarem preparados para enfrentar as adversidades. Quando elas surgem e tendo de enfrentá-las, acabam colidindo com aquele elemento surpresa (novo) que desconhecem por não terem vivido o bastante para poder digeri-lo. 

Essa é a explicação mais lógica do declínio observado no rendimento dos atletas da Portuguesa, até em face do golaço feito pelo camisa dez do Criciúma; o nosso amigo Mohamed Ibrahim ("homem bomba"). Depois desse lindo gol, a equipe da Portuguesa não conseguiu uma reação suficiente para desenvolver o bomfutebol que demonstrou durante a fase classificacatória e a sem-final, até porque no primeiro tempo o jogo foi bem equilibrado com uma leve tendência para a equipe favorita que era, sem dúvida, a Porguesa.

 

Mas ainda faltava os gols dos artilheiros, porque existia nessa partida uma disputa especial travada entre os dois jogadores mais ofensivas do campeonato, ou seja, havia uma "briga" entre o Fábio Cortez ("Fabão") e o menino habilidoso Ruymar Moralles Jr. E nessa contenda particular, mais uma vez, o vencedor foi o vetereno "Fabão" que selou, definitivamente, o seu papel de artilheiro da competição, ao fazer o segundo gol do Criciúma e deixar o adversário ainda mais acuado na dificíl tarefa de reverter o placar que nessa altura já era de 02 X 00.

 

Não obstante, como o gol do zagueiro Victor Hugo C. Vieira, a equipe da Portuguesa parecia que ia esboçar uma reação, mas o ânimo da moçada ficou completamente arrefecido quando veio o terceiro gol do Criciúma. Aí estava selada a vitória da equipe amarela e aconteceu aquilo que o cronista mais estudioso não tinha previsto, que era uma vitória com um placar tão folgado.

 

O curioso é que se observava da galera (arquibancadas cheias) a nítida tendência de se torcer pela equipe amarelinha. Aliás, esse fenômeno de se tender contra a equipe favorita tornou-se uma corrente humana que pode ser vista em qualquer estádio de futebol, quando os torcedores não tem um time certo de para centralizar sua vibração. Acredito que tais fluídos positivos contagiam a equipe teoricamente menos favorecida e seus atletas se desdobram e muitas vezes acontecem resultados fantásticos. Por isso o futebol é tão contagiante e encerra essa magia que revolve o coração dos apaixanados torcedores.

 

Este ano foi um ano mágico para todos nós. Inclusive para este cronista, eis que me senti muito frustrado quando a minha equipe não se classificou, mas para minha surpresa, na rodada final, senti-me também um campeão com a homenagens que alguns amigos de outrora me dedicaram. A finaldade da homenagem era relembrar a história partida da final do primeiro campeonato realizado no ano de 1987. Esses amigos me presentearam com um quadro que expõe os gloriosos atletas dessa equipe, do qual eu fazia parte. Farei uma matéria exclusiva de agradecimento.

 

Enfim, mais um campeonato aberto se foi e mais uma história nós temos para contar, além, é claro, da fotografia que ficará registrada do campeão lá no nosso salão nobre, na sua galeria especial.

 

A premiação da competição foi a seguinte:

 

a) CAMPEÃO: CRICIÚMA (troféu e medalha)

b) VICE-CAMPEÃO: PORTUGUESA (troféu e medalha)

c) 3º LUGAR: CAXIAS (trofé e medalha)

d) MELHOR GOLEIRO: DIOGO (Portuguesa)

e) ARTILHEIRO: FÁBIO CORTEZ (Portuguesa)

f) TROFÉU HOMENAGEM: Recebido por MOACIR CARDOSO (goleiro da década de 80)

g) PLACA PRÊMIO AMIGO DESPORTISTA:  Recebido por HÉLIO DA ROSA MACHADO

 

H) FOGRAFIA DO GRUPO DE 1987: Recebido por HÉLIO DA ROSA MACHADO.

 

Depois do jogo, o grande momento de lazer e de festa.

 

Foi servido um excelente churrasco para todos os presentes, regado a muita "loira gelada".

 

Abrilhantaram a festa com os acordes de seus violões e com a excelente dicção de voz os artistas BRUNO e RICARDO, na companhia do pai (famoso) ZÉ VIOLA. A estes nosso agradecimento especial, pois são artistas de grande potencial e sua melodias incorporadas no repertório são as mais ouvidas nas rádios na atualidade. Destaque para a excelente aparelhagem de som que deu um brilho especial aos artistas em questão. Nesse particular, agradecemos também o nosso amigo Jorge Marques Batista, pois foi sua a iniciativa de trazer artistas desse jaez para a nossa festa.

 

No final, algumas pessoas ainda aproveitavam o apagar das luzes da alegria que se instalou naquele ambiente associativo. Foi aí que entrou em ação do Grupo do Barulho, constituído por Fabrício Mello, Alziro do Amaral, Mauro Sanfoneiro, com a presença especialíssima do nosso grande amigo Moacir Cardoso que exibu sua voz marcante e que muitos ainda não conheciam. Quem ficou até mais tarde, foi testemunha do carinho dos presente que ajudavam a cantar as modas setanejas da "luz vermelha", os vanerões, os rasqueados, os boleros, as rancheiras etc. O piso do adendo ao Quiosque principal (toldo fixo) foi pequeno para tantos "pés de valsa" que instraram a noitada com muita alegria de descontração.

 

Enfim, era de madrugada quando um pequeno grupo resolveu que era hora do descanso. Fomos embora com a sensação de que aquela tarde-noite foi tão intensa que jamais será esquecida.

 

As foto virão aos poucos...

 

 

 

 



Imagens

A comemoração dos campeões...

Os artistas profissionais.

O grande artilheiro e o Presidente.

A homenagem ao grande goleiro do passado.

A homenagem a uma equipe histórica...

A estréia de um verdadeiro "pé quente"

O goleiro menos vazado e o diretor Edgar...

Os artistas amadores...

A grande galera...

Galera final de festa...

Galera final de festa...

Galera final de festa...

Autor do golaço da final...Mohamed (o "homem bomba")

Comentários (21)

Enviado por: fabão, em: 05/07/2009 10:35
valeu criciuma esse ano não teve pra ninguen,so restou o chororo chororo da portuguesa que queria vingança fica para a proxima. 5x2 e 3x1 e campeão o criciuma voltou

Enviado por: Valdir, em: 05/07/2009 11:26
“Sempre em frente” é o mais novo livro de Roberto Shinyashiki – medico psiquiatra, administrador de empresas, escritor e palestrante –, extraio um pequeno trecho de sua obra que traduz o que vivenciamos no campeonato: “Todo mundo quer ser genial, todo mundo quer ser campeão, mas nossas vitórias só têm sentido quando respeitamos as regras do jogo. Quando nossas ações contrariam nossos valores, perdemos a integridade e isso nos torna incompletos diante da vida. Perdemos o ritmo da jornada. Mais importante do que obter uma vitória é construí-la em paz”. Parabéns aos jogadores, as equipes – em especial aos mais novos campeões -, e a todos que construíram mais um campeonato do SINDIJUS. Mais dois quadros (campeões de 1987 e 2009) estarão guardados parede.

Enviado por: marcelo cruz, em: 05/07/2009 12:06
FABAO meus parabens pelo feito pois qdo todos achavam que essa nova geração iria despontar roubando a cena veio o velho e bom F9 que deu muitas alegrias a sua equipe e aqueles que assistiram a final.Aqui fala seu amigo que até hj ñ teve muita sorte contra o F9 + o futebol tem dessas coisas. Q DEUS te abencoe e boa sorte...........

Enviado por: PVC, em: 05/07/2009 12:29
A final de sábado serviu para provar mais uma vez que o talento sem a determinação e humildade não é suficiente para se chegar ao sucesso. Talento a portuguesa tinha, mas faltou os complementos citados. Entrou em campo para jogar e não para vencer. Parabéns ao Criciúma que calou muitos cronistas esportivos.

Enviado por: Juca KFouri, em: 05/07/2009 12:30
Criciúma campeão. Inacreditável.

Enviado por: Juarez Soares, em: 05/07/2009 12:40
Podemos comparar a final de sábado com vários epsódios já acontecidos na história do futebol. Brasil x Uruguai (Copa 1950 - Maracanasso) Brasil x Itália (Copa 1982 - Tragédia de Sarriá) e agora.. Criciúma x Portuguesa (tragédia aberto/2009) é.. o futebol tem cada uma..

Enviado por: Analista de futebol, em: 05/07/2009 22:20
Aos que colocaram o Criciúma como zebra não conhecem de futebol. As duas equipes que chegaram na final, chegaram porque fizeram a melhor campanha, portanto qualquer uma dessas poderia ser campeã. Como é que pode uma equipe ser considerada zebra, se no seu elenco constou atletas como David, Mohamed, Reneu, Fabão, Anderson, Hermes, Rubens Jr, etc, atletas de renome que fizeram história quando novos e que ainda fazem nos dia de hoje? A torcida nesta final, não estava a favor do Criciúma, porque a considerava inferior, mas sim, porque viu nele, um futebol determinado, objetivo e com sede de vitória. No futebol se ganha, jogando. E nas maioria das vezes o peixe morre pela boca. Parabéns Criciúma.

Enviado por: GEGE, em: 06/07/2009 07:26
Parabéns Criciúma pela garra e determinação e a vontade de vencer, e o mais importante foi mostrar para os corneteiros que futebol se ganha no campo e não na internet,e só avisar para o juca kfouri que colocar em duvida o futebol do criciúma que só perdeu uma pardida no campeonato e simplesmente não entender nada de futebol, PARABENS AO MACHADINHO PELA ORGANIZAÇÃO DESTE GRANDE CAMPEONATO, QUE DEUS CONTINUE TE ABENÇOANDO E TE DANDO FORÇA PARA CONTINUAR NESTA SUA GRANDE LUTA.

Enviado por: GEGE, em: 06/07/2009 07:29
Parabéns Criciúma pela garra e determinação e a vontade de vencer, e o mais importante foi mostrar para os corneteiros que futebol se ganha no campo e não na internet,e só avisar para o juca kfouri que colocar em duvida o futebol do criciúma que só perdeu uma pardida no campeonato e simplesmente não entender nada de futebol, PARABENS AO MACHADINHO PELA ORGANIZAÇÃO DESTE GRANDE CAMPEONATO, QUE DEUS CONTINUE TE ABENÇOANDO E TE DANDO FORÇA PARA CONTINUAR NESTA SUA GRANDE LUTA.

Enviado por: Professor, em: 06/07/2009 07:48
De fato o analista de futebol mostrou que entende de futebol, mas de interpretação de texto...Precisa fazer umas aulinhas...

Enviado por: olho vivo, em: 06/07/2009 09:02
Se não me engano o jogo nunca esteve 2x0 e sim 1x1 após o gol do Victor, aí o Fábio desempatou num levantamento na área feito pelo Hermes e depois o Rubens jr AUMENTOU PARA 3X1 OU NÃO?

Enviado por: Analista de futebol, em: 06/07/2009 11:58
Quando se afirma que uma equipe é favorita, a outra automatica não é. Pelo retrospecto das duas equipes finalistas, torno a dizer que não existia favoritismo entre elas. Deu aula em que lugar professorzinho?

Enviado por: Hélio, em: 06/07/2009 15:23
O "olho vivo" tem razão. Desculpem, minha memória cinquentenária por vez falha, principalmente quando atropelada por fatos tão importantes como aqueles que vivenciamos no sábado. Retifico o trecho que fala em resultado de 02 a zero. Mas a sensação que tive no momento em que o Criciúma fez o gol é que a Portuguesa caiu de produção e depois que fez o seu gol cresceu um pouco o ânimo da moçada, mas o 2º dol do Criciúma é que a pegou num certo desânimo. Mas uma vez, desculpe a falha. Ok!

Enviado por: k10, em: 06/07/2009 15:47
Caro Hélio, parabéns pela organização do campeonato e pelas homenagens merecidas que vc recebeu. Quando fiquei sabendo das homenagens através do Jorge, muma conversa na festa junina do Fórum, e ele me convidou para assistir e eu disse que por compromissos e tambem devido ao desgaste da festa eu não ia comparecer, mas arrumei um tempinho e uma reserva de fôlego para prestigiá-los e o jogo da final também, mas infelizmente não pude ficar para a festa. Deu até pra mim contar o caso, que inclusive foi gravado em vídeo pelo Beto, do dia que o filho do Moacir ( o Braulio) veio no porta-malas do passat branco. Em tempo; o k 10 tambem é olho vivo...

Enviado por: Hélio, em: 06/07/2009 15:54
Agradeço a consideração exposta no comentário do "Professor", mas creio que não é preciso armar um jogo de palavras porque emiti uma opinião. Disse que a Portuguesa era favorita, porque vou em todas as rodadas e via a manifestação de todos que ali também compareciam. Aliás, esse favoritismo era admitido até pela equipe adversária (não em razão de capacidade técnica de seus jogadores), mas sim em razão da idade. Creio que essa foi interpretação assimilada pelo "Professor". Aliás, foi esse meu ponto de vista adotado na crônica acima. Quanto ao "Analista de futebol" se ele possui opinião contrária, não retiro sua razão, até porque este site tem o objetivo de partilhar as diversas opiniões. Assim, creio que a questão resta encerrada...Para terminar, cito um pensamento de um pensador (não me lembro o nome) que diz: "Olha, não concordo com nenhuma palavra do que diz, mas morro defendendo a sua oportunidade para pronunciá-la"

Enviado por: k10, em: 06/07/2009 15:55
Parabéns ao pessoal do Criciuma que deram um show de garra e bom futebol, sem dúvida foi uma grande final e eu avisei meu amigo Lalá; fica esperto que o time do Criciuma tem uma garra enorme e conta com jogadores bons e experientes, como; Mohamed, piron, Hermes, Fabão, Reneu, Alberto, GG, e os garotos do Criciuma são mais frios e deu no que deu né! A garotada da Lusa tremeu...

Enviado por: Hélio, em: 06/07/2009 15:59
Obrigado K 10!

Enviado por: fabão, em: 06/07/2009 16:29
marcelo obrigado pelas palavras vc sabe que a adimiração que tenho por voce e seu carater tambem e verdadeira.

Enviado por: Paco, em: 07/07/2009 07:12
Parabéns a equipe campeã, que demonstrou muita garra e futebol para vencer a competente equipe do Larte, ao Fábio pela artilharia e a demonstração que a vivência do jovens veteranos supera a força e a jovialidade dos novatos que ainda não conhecem os atalhos do campo. Abçs a todos os envolvidos nesta grande festa.

Enviado por: Paco, em: 07/07/2009 07:13
Mohamed... que golaço cara... como te disse nem eu teria feito melhor... hahahahah!!!!!!!!!!!!!!!! abçs.

Enviado por: Alziro, em: 07/07/2009 23:23
Foi realmente uma bela festa! Independentemente de quem tenha sido o campeão. Graças ao site mão na taca o nosso amigo Machadinho conseguiu atrair a atenção de pessoas que, há anos, não davam o ar da graça. É a tecnologia a serviço da reaproximação de velhos companheiros do esporte. Muito bom. Espero que estes "desaparecidos" não sumam novamente para reaparecer somente quando houver uma outra homenagem. A melhor homenagem para o grande desportista Machadinho é ver os companheiros prestigiando todos os campeonatos, todas as peladas, as rodas de barulho e guelas, sempre. Parece-me que, no interregno entre uma aparição e outra de certos desportistas do passado, morreram dois Papas. Sem recalques, amigos! Na boa... Que essa galera marque presença sempre, com ou sem homenagens formais. Valeu?

Enviar comentário


Nome:
Comentário:
Código de verificação:  
(digite os números que aparecem na imagem ao lado do campo)