Seja bem-vindo, você é o visitante número 1.163.813 do nosso site desde março/2009.

Menu Principal
Início
Apresentação
Notícias
Comentários
Agenda de Jogos
Fotos e Vídeos
Hino
Contato

Campeonatos SINDIJUS
Veterano 2018
Veterano 2017
Veterano 2016
Aberto 2015
Veterano 2015

RAQUETEANDO.


Publicada em: 04/02/2014 13:23
por: Hélio da Rosa Machado

Há algumas semanas um grupinho da “Bancada da Bola” anda acrescentando em seus hobbys cotidianos a prática de ‘raquetear’. Daí um passo para se ouvir aqueles gritinhos ‘Gugarentos’ saindo daquelas gargantas acostumadas apenas com a passagem de um líquido amarelo vindo das cevadas de pós-jogo.

Não posso sequer afirmar que estão jogando tênis, porque o que eles fazem está bem distante da prática de um jogo real. Digo isso porque o único dos cinco atletas que estão ‘raqueteando’ apenas o Valdir Casagranda já teve algumas aulinhas com professor da área.

Ou melhor, agora além de futebol, pescaria, churrasco e moagem musical essa galera está adquirindo o hábito de colocar um tênis branco e ir até uma quadra rebater bolinhas de tênis. Sim. Essa é a prática que Fabão, Fabinho, Fabrício, Átila e Valdir têm desenvolvido nos sábados de manhã. Chega à tarde lá estão eles enfrentando uma partida de futebol como se fossem guerreiros em tenra idade. O Fabinho é o único, que poderia se encaixar nesse perfil não fosse o ‘fôlego de lagartixa’ que tem apresentado nos sábados à tarde.

Eu, vendo suas dificuldades em render para o futebol consegui convencê-los a mudar o dia da semana para rebater bolinhas.

Sei que hoje vai ter mais um rebatedor na quadra de tênis. Fui convencido a reativar minhas duas raquetes que estavam guardadas há décadas. Consegui encontrá-las revestidas de teias de aranhas e muita poeira. Dei uma ‘garibada’ e estou pronto para a batalha. Vai ser um retorno épico. Muitas gargalhadas e muitas ‘furadas’ em face ao tempo que não faço frente a tal esporte.

Vamos ver no que vai dar. A gente quando está perto da aposentadoria (tanto da atividade profissional quanto de outras atividades esportivas) tem a tendência de ir modificando nossos hábitos. O Fabão e o Átila, preocupadas com a sua performance dentro de campo,  já estão providenciando outra modalidade esportiva para quando o fracasso se tornar definitivo. Eu, como eles, também vou ter que aderir e esse novo estilo de praticar esporte.

Entretanto, apesar desse empenho extragramado peço que os fãs (de nossa aposentadoria) não fiquem tão entusiasmados porque ainda há um pouquinho de lenha para acender dentro de campo.



Imagens

Uma raquete na mão e uma bolinha pingando no chão. Só isso. Nada mais!

Comentários (3)

Enviado por: Bossay, em: 04/02/2014 14:58
Machado, to nesse bolo também, inclusive bem acima dos demais....kkkk

Enviado por: k10, em: 05/02/2014 12:50
Eu não acho uma boa não, esse negócio de quebrar a mão para fazer esporte é meio complicado. Não é melhor vcs irem jogar ping-pong?

Enviado por: Hélio, em: 05/02/2014 12:59
Minha participação foi um vexame. Fui o pior da rodada. Mas vou continuar insistindo quem sabe daqui uns dias tem um baixinho ganhando de um grandão. Hélio ganhando do Átila...kkkkk E outra o Kerson tá loquinho para pegar na raquete...kkkkkk

Enviar comentário


Nome:
Comentário:
Código de verificação:  
(digite os números que aparecem na imagem ao lado do campo)