Seja bem-vindo, você é o visitante número 1.106.860 do nosso site desde março/2009.

Menu Principal
Início
Apresentação
Notícias
Comentários
Agenda de Jogos
Fotos e Vídeos
Hino
Contato

Campeonatos SINDIJUS
Veterano 2018
Veterano 2017
Veterano 2016
Aberto 2015
Veterano 2015

OFÍCIO COM ELOGIOS!


Publicada em: 17/06/2014 09:31
por: Hélio da Rosa Machado

Não sei o porquê, mas a maioria das pessoas (patrões ou autoridades) não gosta de elogiar. Mesmo que a pessoa queira fazer isso, às vezes, a timidez ou o medo de se expor impedem que o elogio venha à tona.  Alguns confundem elogio com o chamado ‘puxa-saco’ e isso acaba selando a oportunidade de se fazer um bom elogio. Acho que essa barreira vem associada ao fato de haver entre nós o sentido obrigatório de se fazer o bem, ou de desempenhar as funções dentro do aspecto de expectativa de quem muito espera de nós. Fazendo-se o certo, tudo bem; pois é a nossa obrigação e ponto final.

O curioso desse freio é que os erros não sofrem o mesmo ímpeto. Os erros tendem a ser revelados com maior freqüência. Essa tendência não se traduz na melhor forma de convivência. O correto seria que as pessoas tivessem vocação para o elogio e se calassem no momento de enxergar os erros, já que eles devem ser considerados uma exceção.

Por essas e outras é que tenho me empenhado junto aos colegas que convivo em fazer mais elogios de que críticas. Aliás, esse comportamento deveria ser o cerne das relações interpessoais.

Estou fazendo estas revelações (de cunho filosófico) porque recebi hoje do Vice-Presidente do Tribunal de Justiça,  assinado pelo Desembargador João Batista da Costa Marques (juntamente com um presente material) um ofício daquela autoridade que, na condição de Vice-Presidente daquele Sodalício expressou sua satisfação pelo meu trabalho desenvolvido junto àquele Órgão. Para mim uma raridade, já que trabalhei muitos anos naquela Corte de Justiça e, raras vezes recebi um elogio tão sincero.

SEGUE O TEXTO:

“Senhor Hélio,

Sirvo-me do presente para cumprimentá-lo em razão da sua aposentadoria  no último dia 11, ocasião revestida de um caráter especial por se tratar não apenas de uma despedida rotineira de um Servidor, mas da despedida de um profissional que passou mais de 35 anos de sua vida se dedicando diuturnamente ao Poder Judiciário de Mato Grosso do Sul.

Durante o período de sua atuação junto a este magistrado, nossa senhoria sempre demonstrou zelo e eficiência no exercício desse encargo, tendo mantido excelente relacionamento com os demais serventuários lotados neste Gabinete, sempre orientando e dando apoio aos recém-chegados e participando ativamente das atividades judicantes inerentes a esta Vice-Presidência.

Aproveito para agradecer os relevantes serviços prestados ao Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul e desejar-lhe os sinceros e melhores votos de continuado sucesso e muitas felicidades, extensivos aos seus digníssimos familiares. Siga feliz e mantenha o rumo constante nessa nova etapa de sua vida!

a)      Des. João Batista da Costa Marques

                Vice-Presidente”.



Imagens

Com essas autoridade tive muita honra de trabalhar.

Comentários (1)

Enviado por: Hélio, em: 17/06/2014 09:47
A introdução acima é dirigidas, especificamente, aos patrões e autoridades porque são eles que, às vezes, dedicamo-nos uma vida a servi-los e sentimos a falta de um elogio, afinal, quem trabalha honestamente e se dedica a uma função por longos anos adquire relação de confiança que merece ser traduzida em agradecimentos...

Enviar comentário


Nome:
Comentário:
Código de verificação:  
(digite os números que aparecem na imagem ao lado do campo)