Seja bem-vindo, você é o visitante número 1.106.880 do nosso site desde março/2009.

Menu Principal
Início
Apresentação
Notícias
Comentários
Agenda de Jogos
Fotos e Vídeos
Hino
Contato

Campeonatos SINDIJUS
Veterano 2018
Veterano 2017
Veterano 2016
Aberto 2015
Veterano 2015

Só favoritos


Publicada em: 07/07/2014 20:35
por: Hélio da Rosa Machado

Como o futebol nos surpreende! Talvez seja essa a sua magia. Até aqui a Copa do Mundo se caracterizou por um mar de emoções porque permitiu que países de menor expressão alcançassem sucesso até determinado ponto. Os alaridos nos estádios demonstraram essa emoção transbordante. Entretanto, como em tudo na vida há seus revezes as seleções menos favorecidas acabaram sucumbindo no meio do caminho. Esses selecionados de menor fama foram embora e ficaram apenas aquelas que desde o início eram consideradas favoritas.

Cite-se a grande festa que o povo colombiano reservou aos seus ídolos. Comemoração merecida, pois a Colômbia (juntamente com a Costa Rica) foram as seleções que se destacaram (como revelação) até as quartas de final. Isso foi uma surpresa para os analistas esportivos já que não eram cogitadas (previamente) com potencial para tanto.

Pois bem! Agora as coisas tendem a ter outro cenário.

Não se fala mais em azarão. Qualquer desses excretes estão qualificados para chegar à grande final. Possuem qualidades de sobra em seus elencos para merecer esse crédito.

O Brasil sem Neymar, caso vença a Alemanha, vai quebrar uma onda orquestrada de que nosso time não teria forças ou qualidade para se chegar a uma final sem o craque do time. Eu sempre acreditei no conjunto. O time possui jogadores de grande talento que atuam em diversos times do primeiro mundo. É claro que o Neymar daria melhor sabor a uma possível vitória. É como se fosse a Fórmula 1 na época de Nelson Piquet e Airton Senna. Quando este último não corria parecia que havia morrido parte das emoções da corrida.

A Argentina sem Di Maria, mas, com Messi. Evidente que o os ‘hermanos’ perderam muito menos. Terão o ídolo em campo e não há motivo algum para se lamentar.

Já a Holanda contará com o seu astro Robben que para mim é o melhor preparo físico da Copa. Esse jogador é incansável. No último jogo contra a Costa Rica a partida só foi decidida nos pênaltis, mas durante a prorrogação ele correu como se fosse o início do primeiro tempo.

A Alemanha, como sempre, em todas as Copas que participou mantém a sua regularidade indiscutível. Vai estar completa dentro de campo para enfrentar o Brasil. É um time de qualidade e possui jogadores decisivos. O Brasil não terá moleza. Não pode se descuidar porque qualquer erro pode ser fatal. Mas, nossos jogadores têm qualidade e estão com muita disposição dentro de campo. Isso é fato e ninguém pode reclamar.

Vamos lá Brasil!

Vocês agora possuem mais um motivo além de defender as cores brasileiras. Também podem jogar em nome do atleta que viu seu sonho se desfalecer. Creio que o Brasil estará 90% com vocês.

Só não digo que haverá 100% de brasileiros torcendo pela seleção Canarinho porque acredito que a unanimidade é burra, como já disse alguém alhures.

Enfim, amanhã acordarei bem otimista e prepararei meu corpo e meu espírito para receber um bom resultado. Se isso não ocorrer paciência. Isso é parte do jogo. Se houver uma vitória espero que venha em nossa companhia a seleção Argentina, porque aí a final terá um gosto mais temperado.



Imagens

Oxalá o resultado de amanhã não venha apenas sucesso de Júlio César.

Comentários (1)

Enviado por: Hélio, em: 08/07/2014 19:27
Pois é. Depois dessa acho que a próxima matéria vai ter o seguinte título: "A VACA FOI PRO BREJO!"...rsrsrsrsrs

Enviar comentário


Nome:
Comentário:
Código de verificação:  
(digite os números que aparecem na imagem ao lado do campo)