Seja bem-vindo, você é o visitante número 1.104.730 do nosso site desde março/2009.

Menu Principal
Início
Apresentação
Notícias
Comentários
Agenda de Jogos
Fotos e Vídeos
Hino
Contato

Campeonatos SINDIJUS
Veterano 2018
Veterano 2017
Veterano 2016
Aberto 2015
Veterano 2015

Uma trégua!


Publicada em: 25/10/2016 08:09
por: Hélio da Rosa Machado

Toda competição tem seu momento zen! Aqui não é diferente. Depois da batalha de sábado passado, especialmente das equipes que ainda não estavam classificadas, chegou mais um descanso. Aliás, não é bem um descanso! Só uma trégua para que o ‘boleiros’ façam outras coisas além do futebol. Talvez seja hora do descanso mental. Uma pescaria. Uma viagem. Uma reunião mais longa com a família. Uma visita ao um sítio. Ter contato com a natureza. Ouvir o barulho dos bichos do mato. Ver o capim molhado (já que a semana marca chegada das chuvas).

O campeonato também é um descanso, mas com se diz no ditado: - Há de se descansar carregando pedra! Não há como admitir que aqueles atletas que neste horário de verão e que enfrentam o sol das 15 hs (que na verdade são 14hs) sejam pessoas em descanso. Aí é que vem a magia do futebol! Quem não é adepto deve ser perguntar: - O que fazem aqueles todos debaixo de sol escaldante a correr atrás de uma bola? Mas, se a mesma pergunta é dirigida ao próprio, ele dirá: - Vocês não sabem como me faz bem enfrentar esse sol na tentativa de fazer um gol e vencer a partida.

Nesse contexto, podemos asseverar que o cansaço do corpo não se confunde com o desgaste da mente. Pode-se cansar, em determinados momentos, mas, esse esforço corporal só faz bem para a mente e para o próprio corpo. Quem joga futebol extravasa seus males internos. Sai dos seus poros a energia negativa em forma de suor. Quando chega no final do dia e também chegar a hora da intimidade com a cama, esse mesmo ser cansado irá ter um sono profundo e duradouro. Esse mesmo cidadão pode ter tido um dia ocioso, mas sua mente não está sossegada. Aí será um desastre para dormir.

Entretanto, o ser humano não gosta de coisas repetitivas que de certa forma o torne robô daqueles momentos. É preciso que haja adrenalina. Para que surja tais momentos de êxtase necessário determinadas variações, que, sem dúvida são o pêndulo do bem viver.

Nossa turma aqui gosta de uma boa pescaria. Esses intervalos dos campeonatos são próprios para se esquecer um pouco da bola e ir visitar locais típicos para tanto. Nossos rios são um chamado para esse tipo de lazer. Possuímos no Estado bons recantos que propiciam esses momentos de relaxamento total. Além disso, cada um em seu contexto familiar sempre tem um sítio a visitar, seja de um parente ou de um amigo.

Essa vida de constante renovação de lazer é extremamente favorável ao nosso bem estar corporal e mental. Destarte, parabéns a todos que preservam tais hábitos, visto que essa também é uma forma de unir os laços familiares e fixar o elenco de amigos.



Imagens

Vida no campo é assim...

A música como elemento anti-stress.

Uma rede, uma varanda...

Ou um molinete às mãos!

Comentários (0)

Enviar comentário


Nome:
Comentário:
Código de verificação:  
(digite os números que aparecem na imagem ao lado do campo)