Seja bem-vindo, você é o visitante número 1.074.237 do nosso site desde março/2009.

Menu Principal
Início
Apresentação
Notícias
Comentários
Agenda de Jogos
Fotos e Vídeos
Hino
Contato

Campeonatos SINDIJUS
Veterano 2018
Veterano 2017
Veterano 2016
Aberto 2015
Veterano 2015

Definido mais um semifinalista.


Publicada em: 27/11/2014 09:18
por: Hélio da Rosa Machado

A tarde noite de ontem reservou muita expectativa algumas horas antes do primeiro jogo. Todo mundo estava de olho para os céus e para o site Mão na Taça no sentido de ver a manifestação oficial da Diretoria sobre a rodada.

Felizmente São Pedro não é tão rude assim. Ele quis dar a água a quem necessitava, mas tudo dentro de um calendário que não impediu que os atletas do aberto ficassem em casa dando assistência para a dona patroa (os casados, é claro), enquanto os jovens se preocupavam com outros compromissos próprios da idade.

O fato é que o campo tem surpreendido em termos de recuperação. Ontem quando lá cheguei por volta das 18:40 hs ainda havia alguma poça d’água dentro da área grande do gol que faz divisa com a rua do lado da Associação Médica. Nada que a disposição dos atletas que tinham chegado à nossa Arena não pudesse resolver. Lá foi o Arildo em busca de alguns rodos. Tanto ele (Arildo) como eu e o Sgt. de Souza fomos para o esgotamento total da água que insistia em acumular em uns desníveis naquele local. O Sgt. de Souza demonstrou que é bom nesse mister. Pegou o rodo de minhas mãos e inverteu sua posição. Foi levando aquele chumaço de água. Em poucos minutos estava tudo seco.

No primeiro jogo era hora de a equipe Baloch enfrentar aquele time que havia lhe ‘batido’ no primeiro turno. Perdemos no primeiro encontro de 5 X 2. Evidente que isso serviu de alerta para o elenco. Fomos pra campo dispostos e frear as melhores jogadas de meio de campo e de impedir que o algoz do jogo anterior chegasse ao nosso gol. Douglas havia feito 3 gols no jogo passado.

A equipe branquinha liderada pelo Piron, como sempre, estava completa e disposta a reprisar a goleada anterior. Só que desta vez pegou um Baloch empenhado e cheio de garra. Nosso time se acertou de vez na marcação de meio campo. Conseguimos achar a posição de cada atleta. Cada um deles. Inclusive aqueles que estão no banco estão dando conta da função.

Nosso ataque tem sido destaque da competição em face ao número de gols marcados até agora. O atleta Jean é habilidoso e os zagueiros têm muita dificuldade em pará-lo. Entretanto, a tarde noite não era para ser de Jean tanto que ele não fez nenhum gol. Mas ele chamou a atenção dos marcadores e em face disso o adversário deixou brechas para que outros jogadores chegassem  e concluíssem para o gol.  Nosso primeiro gol foi marcado bem no comecinho do jogo pelo ala Lucas Nantes que chutou direto para o gol. Com a bola molhada o goleiro não teve reação para evitar o gol. O segundo gol de nosso time foi marcado por Marcus (irmão de Jean). Em uma jogada de muita tranqüilidade tocou a bola rasteiro no canto do arqueiro Diego.

Quando o adversário fez se gol de pênalti ficamos apreensivos. Sucede que em outras rodadas nosso time não soube manter a dianteira no placar. Mas, foi só alguns momentos de instabilidade emocional já que logo também fizemos o terceiro gol através de Marcelo. Placar final: 3 x 1 Baloch.

Com essa vitória a equipe Baloch e a segunda já classificada para a semifinal junto com a equipe Tornados.

No segundo jogo já era de se esperar uma reação da equipe Dingli. Primeiro, porque a equipe Laranja estava visivelmente desfalcada de dois atletas de muita importância para o elenco: Clodoir e Michael (ambos suspensos) com três cartões amarelos. Segundo, porque a equipe vermelha não tinha outra alternativa em face de estar lá atrás em termos de pontos. Terceiro, porque tinha a estréia de um reforço já que em lugar de um veterano entrou um jovem. Aliás, uma mudança muita criticada nas arquibancadas. Enfim, as coisas aconteceram e agora não há como chorar o ‘leite derramado’.

A equipe laranja até que tentou equilibrar a partida, mas não foi possível, tendo em vista que a movimentação da equipe Dingli, especialmente do novo atleta (Leo) dava uma dinâmica diferenciada para os vermelhinhos. Foi nesse ritmo que o placar aos poucos foi sendo criado em favor do elenco Dingliano.

Além da equipe Ajman estar desfalcada ainda sentia a ausência de atletas que pudessem entrar e servir ao time como a mesma desenvoltura dos que estava em campo. Definitivamente não era noite do ‘laranja mecânica’ - nome que alguns torcedores deram ao elenco-  depois da goleada aplicada na equipe Baloch recentemente.

Enfim, essas alternâncias de resultados. As dificuldades que as equipes estão enfrentando no decorrer da competição tem sido a principal motivação de equilíbrio dos elencos. Tanto é assim que a uma rodada do final desta fase só temos duas equipes classificadas e três outras lutando por duas vagas.



Imagens

Eu, Arildo e sgt. de Souza fomos para o rodo e enxugamos algumas poças.

Campo resistiu ao aguaceiro de ontem.

Súmula da rodada

Súmula da rodada

Assim poça nenhuma tesiste

Poucos viram esse nosso esforço.

Comentários (0)

Enviar comentário


Nome:
Comentário:
Código de verificação:  
(digite os números que aparecem na imagem ao lado do campo)